Qualidade pós-colheita de mangas, não-refrigeradas, e submetidas ao controle da ação do etileno

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-03-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Fruticultura

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O presente trabalho objetivou-se na caracterização físico-química de mangas cv. Tommy Atkins e Haden, submetidas ao controle da ação do etileno, através da exposição dos frutos à ação de adsorvedores de etileno. Os frutos colhidos em estádio de fisiologicamente maturos foram embalados em filmes de polietileno de baixa densidade (PEBD) de 0,006 mm de espessura, com ou sem o sachê de adsorção de etileno, e acondicionados em embalagens de papelão (0,65 x 0,52 m), sem o controle da temperatura e da umidade relativa (30 ± 3 ºC e 70 ± 5 % de U.R.). Os tratamentos ficaram constituídos dessa maneira: T1 - mangas cv. Tommy Atkins, com o sachê de adsorção; T2 - mangas cv. Tommy Atkins, sem o sachê de adsorção; T3- mangas cv. Haden com o sachê de adsorção, e T4 - mangas cv Haden sem o sachê de adsorção. As análises de firmeza de polpa, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), pH, ácido ascórbico e concentração de etileno foram realizadas na instalação do experimento (dia 0), e aos 7; 14; 21; 28 e 35 dias; e aos 35 dias foi realizado um teste de preferência. Ao final do experimento, observou-se que, em ambas as cultivares, a menor concentração de etileno nas embalagens, a maior firmeza de polpa, a maior contenção no avanço e na diminuição do SS e AT, respectivamente, bem como a melhor manutenção do conteúdo de ácido ascórbico foram detectadas nos frutos acondicionados em embalagens contendo o sachê de adsorção de etileno. Não foram detectadas variações significativas nos valores de pH. No teste de preferência, houve variação significativa, onde os frutos acondicionados sob ação do adsorvedor de etileno foram preferidos por parte dos julgadores.

Resumo (inglês)

The present work was objectified in the physic-chemical characterization of mangoes cv. Tommy Atkins and Haden, submitted to the control of ethylene action, trough the exposition of fruits of the ethylene's absorption system. The fruits harvested in the nature green stage, had been packed in low density polyethylene films (LDPE) of 0,006 mm of thickness, with or without and ethylene's absorption system, conditioned in cardboard packing (0,65 x 0,52 m), without the control of the temperature and the relative humidity (30 ± 3 ºC and 70 ± 5 % of R. H.). The treatments had been constituted in this way: T1 - mangoes cv. Tommy Atkins, with ethylene's absorption system; T2 - mangoes cv. Tommy Atkins, without ethylene's absorption system; T3 - mangoes cv. Haden, with ethylene's absorption system e, T4 - mangoes cv. Haden, without ethylene's absorption system The analysis of pulp firmness, soluble solids (SS), titratable acidity (TA), pH, ascorbic acid and ethylene's concentration in the packing were made in the installation of the experiment (day 0) and to the 7, 14, 21, 28 and 35 days and, to the 35 days, it was carried out a preference test. In the end, it was observed, in both cultivars, the lesser concentration of ethylene in the packing, the biggest pulp firmness, the biggest containment in the advance and the reduction of SS and TA, respectively, as well as the best maintenance of ascorbic acid contents, had been detected in the fruits conditioned packed contending the ethylene's adsorption system. Significant variations in the values of pH had not been detected. Also, in the preference test, the fruits conditioned under the action of the ethylene's adsorption system had been the preferred ones on the part of the judges.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 1, p. 94-100, 2008.

Itens relacionados

Financiadores