Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura da soja: I - cultivar iac-11

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo do presente trabalho foi o de estudar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura da soja, cultivar IAC-11, em região de cerrado no nordeste do Mato Grosso do Sul. Os tratamentos utilizados no experimento constaram de testemunhas capinada e sem capina e de diferentes épocas de controles das plantas daninhas, de modo que a cultura da soja foi mantida na presença ou na ausência das plantas daninhas até os 10, 20, 30, 40 e 50 dias após a sua emergência. Foram realizadas avaliações de cobertura do solo por espécie daninha e avaliações relativas ao crescimento e à produtividade da cultura. Observou-se que a cultura da soja suportou a convivência com as plantas daninhas até os 49 dias após a sua emergência (PAI = 49 DAE) e que as plantas daninhas que germinaram após os 20 dias da emergência da cultura não afetaram a sua produtividade (PTPI = 20 DAE). A ocorrência do período inicial de convivência possível (49 DAE) maior que o período final (20 DAE) confere aos períodos de convivência uma característica diferente e não ocorre o Período Crítico de Prevenção da Interferência (PCPI). Nessa situação, o controle de plantas daninhas recomendado é o método momentâneo, com herbicida pós-emergente ou mecanicamente, utilizado uma única vez, dentro do período que vai do término do PTPI ao término do PAI, ou herbicida pré-emergente com efeito residual que ultrapasse o PTPI.

Resumo (inglês)

The objective of this research was to study the periods of weed interference in soybean crop, variety IAC-11, in northeastern Mato Grosso do Sul. The experiment treatments consisted of control with and without weeds, and different times of weed control, so that the soybean culture was maintained in the presence or the absence of the weeds up to the 10, 20, 30, 40 and 50 days after its emergence. Soil covering evaluations according to weed species were accomplished as well as culture growth and productivity evaluations. Soybean culture was found to coexist well with the weeds until 49 days after its emergence and the weeds they germinated after 20 days of its emergence did not affect its productivity. The occurrence of the initial period of possible coexistence (PAI= 49 DAE), larger than the final period (PTPI= 20 DAE), confers the coexistence periods a different characteristic without the occurrence of the critical Interference Prevention Period. Thus the recommended weed control is the momentary method, with post-emergent herbicide or mechanically applied, only once within the period ranging. From PTPI end to PAI end, or pre-emergent herbicide with residual effect surpassing PTPI.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 19, n. 3, p. 317-322, 2001.

Itens relacionados

Financiadores