Repercussões minerais ósseas no alcoolismo crônico associado à deficiência hormonal em ratos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-07-12

Orientador

Rocha, Rosilene Fernandes da
Santo, Ana Maria do Espírito

Coorientador

Pós-graduação

Biopatologia Bucal - ICT

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O alcoolismo se relaciona com a redução da massa óssea, aumenta o risco de fraturas e, ocorrendo a fratura, pode piorar o reparo ósseo. Acima de tudo, fraturas e alcoolismo são associados a longos períodos de hospitalização e alta mortalidade. Mais de 50% dos atendimentos ambulatoriais de alcoólicos mostram evidencias de perda óssea. Além disso, já foi evidenciada em humanos e animais uma relação negativa entre consumo de etanol e densidade mineral óssea. A origem desses efeitos deletérios pode ocorrer além da ação direta no osso, sendo através dos distúrbios hormonais e deficiências nutricionais que acompanham os casos de consumo excessivo de etanol. O objetivo deste estudo foi investigar a resposta biomecânica sobre o fêmur de ratos, bem como os parâmetros bioquímicos e de composição mineral óssea decorrente da deficiência hormonal e consumo crônico de etanol. Ratos Wistar machos e fêmeas (n=108) foram divididos em machos orquiectomizados (ORQ), fêmeas ovariectomizadas (OVX) ou Sham-operados, e subdivididos de acordo com a dieta (grupos ad libitum, isocalórico e etanol 20%). Após um mês da cirurgia, os animais foram alimentados diariamente com a dieta controlada por 8 semanas. Foram avaliadas as condições nutricionais. Ca e P foram analisados por teste bioquímico no sangue e por espectrometria de fluorescência de raios-x no fêmur. As propriedades biomecânicas também foram analisadas pelo teste de flexão em 3 pontos. Os dados revelam que a deficiência hormonal promove ganho de massa corporal nas fêmeas e perda nos machos. Os resultados também revelam hiperfosfatemia plasmática nos grupos etanol-ORQ e etanol-OVX. Redução da proporção molar de Ca/P e de Ca ósseo em todos os grupos de dieta alcoólica. Do mesmo modo, a espectrometria revelou perda de P ósseo nos grupos Sham-ad libitum. As propriedades biomecânicas...

Resumo (inglês)

Ethanol abuse is correlated with decreased bone mass, increase of fracture risks and, should a fracture occur, may impair bone healing. Overall, fractures in alcoholics are associated with longer hospitalization and increased mortality. Up to 50% of ambulatory chronic alcoholics demonstrate evidence of bone loss. Additionally, a negative correlation between ethanol intake and bone mineral density in humans and animal models has been demonstrated. The basis for these consequent deleterious effects may occur beyond the direct actions on bone, due to hormonal disturbance and nutritional deficiencies that follow excessive ethanol intake. The aim of this study was to investigate the biomechanical effect on rat femur as well the biochemical parameters and bone mineral contents caused by hormonal deficiency and ethanol abuse. Male and female Wistar rats (n=108) were divided in male orchiectomy (ORQ), female ovariectomy (OVX) or Sham-operated and subdivided by diet (ad libitum, pair-fed, ethanol 20% groups). After 1 month from surgery, they were daily fed with controlled diet for 8 weeks. Ca and P were analyzed by biochemical test in the blood and by X-ray fluorescence spectrometry of femur area. Biomechanical properties were also analyzed b3y 3-point bending test. These findings demonstrate that hormonal depletion promoted an increase in female body weight and loss on male. The data also revealed serum hyperphosphataemia in ethanol-ORQ and ethanol-OVX groups. Reduce on bone Ca/P molar ratio and bone Ca content in all ethanol groups. In similarity, spectrometry indicated decreased in bone P content in Sham-ad libitum groups. Biomechanical properties were affected by hormonal depletion only in male. The relationships among ethanol consume and hormonal deficit support the hypothesis that they affects sinergically the body nutrition, disturb Ca and P homeostasis and may mediate... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

LODI, Karina Bortolin. Repercussões minerais ósseas no alcoolismo crônico associado à deficiência hormonal em ratos. 2010. 134 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2010.