Cultivation of Agaricus blazei in the environmental protection area of the Baturité region under three types of casing soils

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The outdoor cultivation (ditches) of Agaricus blazei was evaluated in the protected natural area (APA) of the mountainous region of Baturité on three types of casing soils (A, B and C). Casing soil A (horizon A) of the local soil was used (Alfisol). Casing B was obtained with a mixture of 30% of eucalyptus charcoal (1-2 cm of length) and 70% of horizon B of the local soil. Casing C was composed of 25% of vermiculite, 25% of coconut fiber and 50% of coarse sand. Temperature, relative humidity and pluviometric rates were monitored. The physical-chemical properties of the three casing soils were analyzed. The effect of the casing soil on the number and weight of the mushrooms, productivity, yield and biological efficiency of A. blazei were evaluated. The yield, productivity, biological efficiency and number of mushrooms were higher when using soil A. The highest productivity for soil A was attributed mainly to the physical characteristics, which were considered more appropriate for the cultivation, in addition to the high pluviometric rates and relative humidity. The productivity with soil A (9.62%) is comparable with the average productivity obtained in Brazil, meaning that the cultivation of A. blazei in this APA may have good perspectives for cultivation.

Resumo (português)

Foi avaliada a possibilidade de cultivo em ambiente desprotegido (campo), do cogumelo Agaricus blazei, na área de Proteção Ambiental (APA), da região montanhosa de Baturité (CE), com o uso de três tipos de camada de cobertura (A, B e C). A camada de cobertura A foi composta de horizonte A de um solo local (Alfisol). A camada de cobertura B foi obtida pela da mistura de 30% de carvão de eucalipto (fragmentos com 1-2 cm) com 70% de horizonte B do mesmo solo local. Já, a camada C foi composta de 25% de vermiculita, 25% de fibra de coco e 50% de areia de construção. A temperatura, umidade relativa do ar e índice pluviométrico foram monitorados e as propriedades físico-químicas das três camadas de coberturas foram analisadas, bem como os seus efeitos relacionados ao número e massa fresca de cogumelos, eficiência biológica, produtividade e produção de A. blazei. A produtividade, produção, eficência biológica e número de cogumelos foram mais elevadas na camada A, em relação às camadas B e C. Os valores mais elevados obtidos pela camada A foram atribuídos às suas características físico-químicas consideradas mais apropridadas ao cultivo, apesar das condições de elevados índices pluviométrico e umidade relativa do ar. A produtividade da camada A (9,62%) demonstrou-se compatível com a média de produtividade obtida no Brasil, tendo boas perspectivas de cultivo deste cogumelo nesta APA.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Acta Scientiarum. Agronomy. Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM, v. 30, n. 4, p. 513-517, 2008.

Itens relacionados

Financiadores