Possíveis efeitos alelopaticos de Brachiaria decumbens sobre o crescimento inicial de limão cravo (Citrus limonia)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

1997-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Foram estudados os possíveis efeitos alelopáticos da incorporação da matéria seca da parte aérea de Brachiaria decumbens, ao substrato, nas concentrações de 0, 1,5 e 3,0% (p/p) sobre o crescimento inicial de limão cravo (Citrus limonia Osbeck), em casa-de-vegetação. Foram determinados os parâmetros biométrico s e algumas propriedades físico-químicas da solução do solo. A maior quantidade de matéria seca incorporada causou redução de 44, 42, 57 e 55% das médias da altura, teor de clorofila, área foliar e acúmulo de matéria seca total, respectivamente. O potencial osmótico, pH, condutividade elétrica e os teores de nutrientes da solução do solo foram alterados. Provavelmente, a redução do crescimento observada seja devida a deficiência de N causada por alterações na dinâmica do N-solo em função da incorporação de B. decumbens.

Resumo (inglês)

It was studied the possible allelopathic effect of Brachiaria decumbens on initial development of Citrus limonia in greenhouse. The dry matter was incorporated into the soil in 0, 1,5, 3,0% (w/w)-proportion. Biometric parameters and physic propert ies of soil were determined by soil solutio n. Greatest propotion reduced all the biometric parameters analyse d. Physical properties of nutrient levels (except N) of soil did not observed significantly alterations. Greatest proportion reduced the average stem diameter of Citrus limonia at 57%. Probably, these results were due to lack in nitrogen level observed in soil solution.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 15, n. 2, p. 122-129, 1997.

Itens relacionados

Financiadores