Mortalidade e efeitos subletais de Bacillus thuringiensis Berliner em Spodoptera albula (Walker, 1857)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-07-13

Orientador

Polanczyk, Ricardo Antonio

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Spodoptera albula is a polyphagous and cosmopolitan pest and in Brazil there are no products registered for their control although some farmers have recently been reported outbreaks of this specie in soybean in the Mato Grosso state. Thus, it is extremely important to developing effective tactics to control this pest that are less harmful to the environment and society. Bacillus thuringiensis (Bt) is a highly efficient entomopathogenic bacterium in lepidopterous pest control and it is toxic to several species of Spodoptera genus. The toxic activity of Bt isolates and Bt biopesticides was evaluated using S. albula second instar larvae in mortality and virulence bioassays, and evaluating the sublethal Bt effects on larvae surviving to treatment. The biopesticides Agree, Xentari and Dipel SC were selected for bioassay virulence. Agree was the most virulent and therefore the most promising for the S. albula management. It was also observed differences in toxicity between Dipel formulations. All Bt isolates tested were not good for the control of this pest and the isolate BT05 affected the development of larvae resulting in lower weight of pre-pupa and pupa compared to control

Resumo (português)

Spodoptera albula é uma praga polifaga e cosmopolita sendo que no Brasil não existem produtos registrados para o seu controle embora recentemente alguns agricultores tenham relatados surtos desta espécie em lavouras de soja no estado do Mato Grosso. Desta forma, é de extrema importância o desenvolvimento de táticas de controle eficientes para esta praga e que ao mesmo tempo sejam pouco agressivas ao meio ambiente e à sociedade. Bacillus thuringiensis (Bt) é uma bactéria entomopatogênica altamente eficiente no controle de lepidópteros praga e apresenta toxicidade para várias espécies do gênero Spodoptera. A atividade tóxica de isolados e bioinseticidas à base de Bt foi avaliada utilizando lagartas de segundo instar de S. albula em bioensaios de mortalidade e virulência, bem com os efeitos subletais do Bt nas lagartas sobreviventes aos tratamentos. Os bioinseticidas Agree, Xentari e Dipel SC foram selecionados para os bioensaios de virulência, sendo que o primeiro foi o mais virulento e, portanto o mais promissor para o manejo desta praga. Também foi observada diferença na toxicidade entre as formulações do Dipel. Entre os isolados nenhum se destacou no controle desta praga e o isolado Bt05 afetou o desenvolvimento das lagartas resultando em menor peso de pré-pupa e pupa em relação a testemunha

Descrição

Idioma

Português

Como citar

GONÇALVES, Kelly Cristina. Mortalidade e efeitos subletais de Bacillus thuringiensis Berliner em Spodoptera albula (Walker, 1857). 2015. iv, 30 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2015.

Itens relacionados

Financiadores