Aplicação do Teste de Bechdel-Wallace na trilogia Minha Mãe é Uma Peça e a influência dos testes de representatividade para as pedagogias culturais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-11-28

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Esta pesquisa sobre arte utiliza um teste de representatividade destinado a obras midiáticas para analisar a complexidade das cenas e das personagens da franquia cinematográfica Minha Mãe é Uma Peça, aplicando os preceitos do chamado Teste de Bechdel-Wallace, apresentado por Alison Bechdel em sua série de quadrinhos Dykes to Watch Out For, creditado a Liz Wallace, e supostamente inspirado por um ensaio da escritora britânica Virginia Woolf. Os resultados da análise serviram de base para debater a maneira como as minorias sociais são representadas sob a visão dos moldes hegemônicos da indústria do cinema e como esse modelo tem autoridade sobre a visão de mundo da sociedade contemporânea que o consome, estabelecendo-se como uma pedagogia cultural, conceito estudado nas obras dos pedagogos David Trend, Shirley R. Steinberg e Joe L. Kincheloe. Movimentos socioculturais de resistência, que desafiam a integridade desse padrão estabelecido, ganham força com a implementação de testes mais abrangentes, conforme explorado nesta monografia. Essa abordagem não apenas questiona as normas preexistentes, mas também desempenha um papel fundamental no fomento de produções artísticas mais democráticas, representativas e acessíveis, promovendo assim uma evolução progressiva no cenário midiático.
This research about art uses a representativeness test for media works to analyze the complexity of scenes and characters from the film franchise My Mom is a Character, applying the precepts of the so-called Bechdel-Wallace Test, presented by Alison Bechdel in her comic series Dykes to Watch Out For, credited to Liz Wallace, and supposedly inspired by an essay by the British writer Virginia Woolf. The results of the analysis served as a basis to debate the way in which social minorities are represented under the vision of the hegemonic molds of the film industry and how this model has authority over the worldview of the contemporary society that consumes it, establishing itself as a cultural pedagogy, concept studied in the works of pedagogues David Trend, Shirley R. Steinberg and Joe L. Kincheloe. Sociocultural resistance movements, which challenge the integrity of the established standard, gain strength with the implementation of more comprehensive tests, as explored in this monograph. This approach not only questions pre-existing norms, but also plays a fundamental role in fostering more democratic, representative and accessible artistic productions, thus promoting a progressive evolution in the media landscape.

Descrição

Palavras-chave

Teste de Bechdel-Wallace, Minha Mãe é Uma Peça, Pedagogia cultural, Bechdel-Wallace Test, My Mom is a Character, Cultural pedagogy

Como citar

RIBEIRO, Beatriz Maia. Aplicação do Teste de Bechdel-Wallace na trilogia Minha Mãe é Uma Peça e a influência dos testes de representatividade para as pedagogias culturais. Orientadora: Regilene Aparecida Sarzi Ribeiro. 2023. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Artes Visuais) – Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Bauru, 2023.