Imaginário e envelhecimento: imagens simbólicas de três nonagenários

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-04-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Ensaio de hermenêutica sobre as imagens simbólicas de nonagenários com a finalidade de investigar as estruturas do imaginário prevalentes e suas organizações psíquicas. Por meio de entrevistas semanais abertas, foram coligidas estórias, grafismos, sonhos, devaneios e lembranças dos anciões. O material foi analisado analisado segundo a teoria do imaginário de Gilbert Durand, que propõe uma interpretação não pulsional do símbolo. Os critérios de amostragem foram: faixa etária acima de 90 anos, ausência de um quadro de demência senil arteriosclerótica (serem clinicamente saudáveis), atividade social e participação voluntária. Os resultados indicam ausência de uma estrutura do imaginário recorrente, presença de uma exuberante imaginação simbólica, permeabilidade entre conteúdos da memória e imaginação, além de criatividade e vívidos processos afetivos.

Resumo (espanhol)

Estudio de hermenéutica acerca las imágenes simbólicas de nonagenarios que objetiva, investigar las estructuras del imaginario prevalentes y sus organizaciones psíquicas. A través de entrevistas semanales abiertas han sido aunados, histórias, grafismos, sueños, devaneos y recuerdos de los ancianos, analizados, según la teoría del imaginario de Gilbert Durand, que plantea una interpretación no pulsional del símbolo. Los criterios de muestreo han sido: rango de edad sobre los noventa años, ausencia de un cuadro de demencia senil arteriosclerótica (sean clinicamente sanos), actividad social y participación voluntaria. Los resultados demuestran la ausencia de uma estructura de imaginário recurrente, la presencia de una copiosa imaginación simbólica, la permeabilidad entre contenidos de la memoria y imaginación, además de creatividad y procesos afectivos vividos.

Resumo (inglês)

This is a hermeneutic essay on the symbolic images of nonagenarians aimed to investigate the prevailing structures of their imagery and psychic organization. Stories, drawings, dreams, reveries and memories were collected during weekly open interviews and analyzed according to the Theory of Structures of Imaginary by Gilbert Durand, who proposes a non-drive-based interpretation of symbols. The sampling criteria were: people older than ninety years, absence of arteriosclerotic senile dementia (being clinically healthy), social activity and voluntary participation. The results revealed the absence of a recurrent structure of imaginary, an exuberant symbolical imagination, permeability through contents related to memory and imagination in addition to creativity and vivid affective processes.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Paidéia (Ribeirão Preto). Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, v. 20, n. 45, p. 83-93, 2010.

Itens relacionados

Financiadores