Análise da diversidade dos sistemas de produção na horticultura no contexto do desenvolvimento do município de Botucatu-SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-11-23

Orientador

Ming, Lin Chau
Pinto, Leonardo de Barros

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Horticultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

O município de Botucatu é reconhecido por ser importante fornecedor de produtos orgânicos e por possuir diversos sistemas de produção ligados à horticultura. A ausência de dados oficiais sobre a produção no município tem impedido o planejamento adequado de ações que visem o seu desenvolvimento, o que justifica o olhar científico sobre este tema. Propõe-se analisar o sistema de produção de plantas hortícolas, caracterizar o desenvolvimento de técnicas culturais e as condições socioeconômicas destes produtores rurais do interior paulista. Realizaram-se entrevistas com o planejamento amostral totalizando 89 agricultores familiares e não familiares. Utilizou-se o método estatístico multivariado. Os horticultores pesquisados caracterizam-se por níveis tecnológicos de produção como tradicionais (70%), em transição (11%) e modernos (19%). Houve a definição de classes econômicas (A, B, C, D, E) com base na análise da renda agrícola obtida com a horticultura, que referiu a seguinte porcentagem de distribuição por faixa de renda: Classe E (63%), D (24%), C (11%) e a A/B com (2%). Por meio da análise multivariada com o uso de dendrogramas identificaram-se quatro grupos principais: o agrupamento de horticultores tradicionais e diversificados (63%), dos horticultores em transição tecnológica e especializados (24%), dos produtores rurais modernos e orgânicos (5%) e, por último, o grupo de modernos e convencionais (2%). Conclui-se que a renda agrícola obtida com as produções de hortaliças, plantas medicinais e frutíferas orgânicas em campo aberto, assim como as de tomates e pimentões em ambientes protegidos (estufas agrícolas), e agriões, rúculas e alfaces em sistema de hidroponia foram os sistemas de cultivos evidenciados mais rentáveis. Corrobora com estes resultados o fato de os horticultores que recebem a assistência técnica e extensão rural possuírem correlação positiva sobre a melhoria da gestão administrativa e técnica da propriedade rural.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados

Financiadores