Plant growth regulation: a method for fine-tuning mepiquat chloride rates in cotton1

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-09-01

Autores

Echer, Fábio Rafael
Rosolem, Ciro Antonio

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Escola de Agronomia/UFG

Resumo

ABSTRACT Plant growth regulator management has been a challenge for cotton growers, due to the increased weather instability and the adoption of early cultivars, in off-season crops. This study aimed at proposing a new method, called Crop Growth Rate, to define mepiquat chloride rates in cotton crops, as well as to compare it with traditional management practices. Except for micronaire, there was no difference in cotton growth parameters, neither in yield nor fiber quality, between the new method and the traditional one. The mepiquat chloride rates were, on average, 24 % higher and 43 % lower in late and early maturity cultivars, respectively, for the new method. The number of bolls in plants treated with mepiquat chloride was lower than in non-treated plants, for the IMA5672B2RF and IMA5675B2RF cultivars, but a higher average weight of bolls was observed for these genotypes. The new method is efficient in defining the plant growth regulator rate to avoid an excessive growth and results in less mepiquat chloride applied to early cycle cultivars, preserving lint yield and fiber quality.
RESUMO O manejo de reguladores de crescimento tem sido um desafio para cotonicultores, devido ao aumento da instabilidade climática e adoção de cultivares precoces, em segunda safra. Objetivou-se propor um novo método, denominado Taxa de Crescimento da Cultura, para definir doses de cloreto de mepiquate em lavouras de algodão, bem como compará-lo com práticas de manejo tradicionais. Exceto para micronaire, não houve diferença nos parâmetros de crescimento do algodoeiro e nem na produtividade e qualidade de fibra, entre o novo método e o tradicional. As doses de cloreto de mepiquate foram, em média, 24 % maiores e 43 % menores em cultivares tardias e precoces, respectivamente, no novo método. O número de capulhos em plantas tratadas com cloreto de mepiquate foi menor do que nas plantas não tratadas, nas cultivares IMA5672B2RF e IMA5675B2RF, mas o peso médio do capulho foi maior nestes genótipos. O novo método é eficiente na definição da dose de regulador de crescimento para evitar crescimento excessivo em cultivares de algodão e resulta em menos cloreto de mepiquate aplicado a cultivares precoces, preservando-se a produtividade e a qualidade da fibra.

Descrição

Palavras-chave

Gossypium hirsutum L, plant growth regulator, fiber quality, Gossypium hirsutum L, regulador de crescimento vegetal, qualidade da fibra

Como citar

Pesquisa Agropecuária Tropical. Escola de Agronomia/UFG, v. 47, n. 3, p. 286-295, 2017.

Coleções