Análise da frequência de micronúcleos frente á utilização de colutório bucal com base alcoólica em indivíduos fumantes e não fumantes

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-11-04

Orientador

Rode, Sigmar de Mello
Diniz, Pamela Aparecida

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Odontologia - ICT

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Micronuclei (MN) originate from chromosome fragments or whole chromosomes that lag behind at anaphase during cell division can occur due to excessive exposure to harmful agents, defects in mitosis and / or DNA repair process. The study evaluated the frequency of micronuclei in cytological samples after daily use of alcohol -based mouthwash mouth in smokers and non-smokers. We assessed 30 subjects, aged between 17-42 years and established as exclusion criteria: alcohol consumption; periodontal disease; systemic diseases that may interfere with the integrity of the oral mucosa; individuals with medical or pharmacological history that affect the performance of the study, family history of malignancies. For smokers the inclusion criterion was a minimum consumption of 20 cigarettes / day, and the contrast required for non-smokers. The sample was divided into 02 experimental groups: Group 1 Smokers and Group 2 Non-Smokers, both groups performed mouthwash (alcohol 21,6%) with Listerine® Defense of Teeth and Gums for 04 weeks cytological collection were performed on buccal mucosa and portion median border of the tongue, one for initial, week 0 control, and subsequent three weeks with continued use of mouthwash. The collected material was stained by specific staining Feulgen / Fast Green. The analysis of 3000 cells / individual was performed by light microscopy statistics used Kruskal- Wallis and Mann-Whitney tests for frequency MN. The frequency of micronuclei in buccal mucosa was 1.6 ± 1.75 and 1.46 ± 2.06 for the site language to Group 1 Smokers of showing a slight increase compared with Group 2 Non-smoking, which showed a variation of 1.2 ± 1.53 for the buccal mucosa site and 0.86 ± 1.41 for the site language. However, this difference was not statistically significant. The results suggest that alcohol-based mouthwash tested is not an inducer of genotoxic changes, thus not changing the frequency...

Resumo (português)

RESUMO Os micronúcleos (MN) se originam a partir de fragmentos de cromossomos ou cromossomos inteiros que se atrasam na anáfase durante a divisão celular podendo ocorrer devido à exposição excessiva a agentes nocivos, defeitos na mitose e/ou processo de reparação do DNA. O estudo avaliou a frequência de micronúcleos em amostras citológicas após a utilização diária de colutório bucal com base alcoólica em indivíduos fumantes e não fumantes. Foram avaliados 30 indivíduos, com idades variando entre 17 a 42 anos e instituídos como critério de exclusão: ingestão de bebida alcoólica; doença periodontal; doenças sistêmicas que possam interferir na integridade da mucosa jugal; indivíduos com histórico médico ou farmacológico que afetem o desempenho do estudo, histórico familiar de neoplasias malignas. Para os indivíduos fumantes o critério de inclusão foi o consumo mínimo de 20 cigarros/dia, sendo o contrário obrigatório para o os indivíduos não fumantes. A amostra foi dividida em 02 grupos experimentais: Grupo 1 Fumantes e Grupo 2 Não Fumantes, ambos os grupos realizaram bochecho com enxaguatório com álcool 21,6% e óleos essenciais (Listerine® Defesa dos Dentes e Gengivas), por 04 semanas foram realizadas a coleta citológica na mucosa jugal e porção mediana da borda de língua, sendo uma para controle inicial, semana 0, e três semanas subsequentes com uso contínuo do enxaguatório. O material coletado foi corado por coloração específica de Feulgen/Fast Green. A análise de 3000 células/indíviduo foi realizada por microscopia óptica e a estatística utilizou os testes Kruskal-Wallis e Mann-Whitney para frequência de MN. A frequência de micronúcleos na mucosa jugal foi de 1,6 ± 1,75 e de 1,46 ± 2,06 para o sítio língua para o Grupo 1 Fumantes, de mostrando uma ligeira elevação em comparação com o Grupo 2 Não Fumantes, que apresentou uma variação de ....

Descrição

Idioma

Português

Como citar

FERNANDES, Ellen Eduarda. Análise da frequência de micronúcleos frente á utilização de colutório bucal com base alcoólica em indivíduos fumantes e não fumantes. 2014. . Trabalho de Conclusão de Curso (bacharelado - Odontologia) - Universidade Estadual PaulistaJulio de Mesquita Filho, Instituto de Ciência e Tecnologia, 2014.

Itens relacionados

Financiadores