Efeitos do ambiente de armazenamento na qualidade de sementes de sorgo-sudão

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-08-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (ABRATES)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O trabalho objetivou avaliar efeitos do ambiente de armazenamento na qualidade de sementes de sorgo-sudão (Sorghum sudanense (Piper) Stapf) de diferentes procedências. Cinco lotes de diferentes origens foram armazenados por nove meses, acondicionados em sacos de papel unifoliado, em quatro condições ambientais: ambiente natural de laboratório (sem controle de umidade relativa e temperatura); 30 a 40% de umidade relativa e sem controle de temperatura (simulada através de câmara seca); 10 a 15% de umidade relativa e 5 a 7ºC de temperatura (simulada através de um refrigerador Frost Free); 40 a 50% de umidade relativa e -20ºC de temperatura (simulada através de freezer). As avaliações laboratoriais, realizadas em intervalos trimestrais, foram: teor de água, massa de mil sementes, germinação, crescimento de plântulas, massa seca de plântulas, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, emergência em campo e índice de velocidade de emergência. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições, num esquema fatorial 4 x 5, e comparação de médias pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. A origem das sementes, relacionada à qualidade das mesmas, mostrou-se como o principal fator a influenciar a conservação. Os ambientes refrigerador e freezer, seguidos da câmara seca, mostraram-se adequadas à conservação de sementes de sorgo-sudão. A capacidade de conservação de sementes dessa espécie relaciona-se com a sua qualidade inicial dependente da sua origem.

Resumo (inglês)

The research had as objective the evaluation of the effects of storage environmental conditions on the quality of sorghum (Sorghum sudanense (Piper) Stapf) seeds from different origins. Five lots from different origins were stored for nine months, in paper bags, in four environmental conditions: natural laboratory environment (without relative humidity and temperature control); 30 to 40% relative humidity and without temperature control (simulated by a dry chamber); 5 to 7% relative humidity and 10 to 15ºC temperature (simulated by a Frost Free refrigerator); 40 to 50% relative humidity and -20ºC temperature (simulated by a freezer). Quarterly laboratory evaluations consisted of seed water content, weight of 1000 seeds, germination, seedling growth, seedling dry weight, accelerated aging, electrical conductivity, seedling emergence in the field, and speed of emergence-index. A completely random design was employed, as a 4 x 5 factorial experiment (environmental conditions x lots), with four replications. The origins of the seeds, related to their quality, was shown to be the main factor that influenced their conservation. The environments of the refrigerator and freezer, followed by the dry chamber were shown to be suitable for sorghum conservation. The conservation capacity of sorghum seeds is related to their initial quality and origin.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Sementes. Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes, v. 29, n. 2, p. 44-52, 2007.

Itens relacionados

Financiadores