Funcionalização de superfícies de TiO2 porosas pela estratégia de imobilização covalente de peptídeos antimicrobianos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-02-13

Orientador

Lisboa Filho, Paulo Noronha

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Física - FC

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A indústria biomédica atual utiliza o titânio metálico e suas ligas com um tipo de superfície para realizar implantes em tecido humano. Porém, ainda há dúvidas quanto a compatibilidade entre o material e o corpo. Principalmente, por causa do contato direto da peça com o material biológico. Assim, ocorrem estudos sobre os resultados quando o titânio tem um filme de peptídeos antimicrobianos (AMPs), com o objetivo de alterar as características do metal, que estão ligadas com a biocompatibilidade. O objetivo central do trabalho é, utilizando a técnicade micro arc-oxidation (MAO) ou oxidação por micro-arco e imobilização covalente de peptídeos antimicrobianos (AMPs), realizar o desenvolvimento de superfícies osseointegráveis, antibacterianas e com resistência a corrosão. As análises foram feitas através de microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectroscopia de energia dispersiva de raios-X (EDS), difração de raios-X (DRX) e microscopia de força atômica (AFM).

Resumo (inglês)

The current biomedical industry uses metallic titanium and its alloys with a type of surface to perform implants in human tissue. However, there are still doubts about the compatibility between the material and the body. Mainly, because of the direct contact of the piece with the biological material. Thus, there are studies on the results when titanium has a film of antimicrobial peptides (AMPs), with the aim of changing the characteristics of the metal, which are linked to biocompatibility. The main objective of the work is, using the technique of micro-arc-oxidation (MAO) or oxidation by micro-arc and covalent immobilization of antimicrobial peptides (AMPs), to carry out the development of osseointegrated, antibacterial and corrosion-resistant surfaces. Analyzes were performed using scanning electron microscopy (SEM), energy dispersive X-ray spectroscopy (EDS), X-ray diffraction (XRD) and atomic force microscopy (AFM).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados