Poda apical para produção de frutos e sementes de abóbora

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The tip pruning stimulates the emission of lateral shoots, thus can produce higher number of flowers, fruits and seeds. This work aimed to evaluate the effect of apex pruning on fruit and seed production in pumpkin. The treatments consisted of plants without pruning, with pruning in the sixth, eighth and tenth node of main stem. The experimental design was a randomized block, with six replications. It was studied a line of pumpkin of the Germplasm Bank of the Universidade Estadual Paulista/Faculdade de Ciências Agronômicas. The characteristics evaluated were: number of branches per plant and fruit position in branches of the plant production (number and weight) of fruits per plant, fruit yield, fruit average weight, fruit length and diameter, seed weight per fruit, seed yield and quality (germination test, first count, thousand seed weight, emergence, speed of emergence and accelerated aging). There was a significant difference only for number of secondary branches per plant and thousand seed weight, with larger values for plants that have not been pruned. It was obtained high average of germination (94%) and good fruit (16.9 t ha-1) and seed (148 kg ha-1) yield. The apex pruning does not influence the production of fruits and seeds, as well as the physiological seed quality in pumpkin.

Resumo (português)

A poda apical estimula a emissão de brotos laterais, com isso pode haver maior formação de flores e frutos e, consequentemente, maior número de sementes. Diante disso, objetivou-se avaliar o efeito da poda da haste principal para a produção de frutos e sementes de abóbora. Os tratamentos foram constituídos de plantas sem poda, com poda no sexto, oitavo e décimo nó da haste principal. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com seis repetições. Foi utilizada a linhagem de abóbora do tipo braquítica do Banco de Germoplasma da Universidade Estadual Paulista/Faculdade de Ciências Agronômicas. Foram avaliadas as seguintes características: número de ramos por planta, posição dos frutos nos ramos da planta, produção (número e massa) de frutos por planta; produtividade; massa, comprimento e diâmetro do pescoço e bojo do fruto; massa e número de sementes por fruto; produtividade de sementes e qualidade das sementes (teste de germinação; primeira contagem de germinação; massa de mil sementes; emergência; índice de velocidade de emergência e envelhecimento acelerado). Houve diferença significativa apenas para número de ramos secundários por planta e massa de mil sementes, com maiores valores para as plantas que não foram podadas. Foram obtidas elevada média de germinação (94%) e alta produtividade de frutos (16,9 t ha-1) e sementes (148 kg ha-1). Conclui-se que a poda apical não influencia a produção de frutos e sementes de abóbora, bem como a qualidade fisiológica das sementes.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Agro@mbiente On-line, v. 8, n. 2, p. 230-237, 2014.

Itens relacionados

Financiadores