Alterações anatômicas induzidas por Meloidogyne enterolobii (=M. mayaguensis) e Meloidogyne javanica em tomateiros resistentes a meloidoginose

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-09-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Grupo Paulista de Fitopatologia

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A resistência de tomateiros (Solanum lycopersicum L.) a M. incognita, M. javanica e M. arenaria, conferida pela presença do gene Mi, não contempla a espécie M. enterolobii (=M. mayaguensis). O objetivo da pesquisa foi verificar as alterações anatômicas causadas por M. enterolobii no sistema radicular de porta-enxertos de tomateiro com o gene de resistência Mi ('Magnet' e Helper M') e compará-las com as causadas por M. javanica. As observações anatômicas das raízes foram feitas com auxílio de microscópio de luz e os aspectos mais relevantes foram fotografados. Com base em contagens e mensurações do tamanho dos sítios de alimentação e das células gigantes, foram efetuadas analises utilizando o método estatístico de Análise de Agrupamento. O aparecimento de células nutridoras incitadas por M. enterolobii foi verificado em ambos os porta-enxertos de tomateiro, entre 10 e 17 dias após a inoculação (DAI). O número e a área de sítios de alimentação e de células gigantes foram menores aos 17 DAI do que aos 24 DAI. Nesta época (24 DAI), foram observados sítios de alimentação constituídos pela presença de várias células nutridoras multinucleadas, com parede celular espessa, citoplasma denso e granuloso. Os tecidos vasculares apresentaram-se comprimidos e desorganizados, foi observada, também, hipertrofia de células do parênquima cortical. As raízes inoculadas com M. javanica não apresentaram alterações anatômicas.

Resumo (inglês)

The resistance of tomato plants (Solanum Lycopersicum L.) to M. incognita, M. javanica and M. arenaria, provided by the presence of Mi gene, does not include the species M. enterolobii (=M. mayaguensis). The aim of this study was to verify the anatomical changes caused by M. enterolobii in the root system of rootstocks from tomato plants with Mi resistance gene ('Magnet' and 'Helper M') and to compare these changes with those caused by M. javanica. The anatomical observations of roots were done with the aid of a light microscope and the most relevant aspects were photographed. Based on counts and measurements of the size of feeding sites and giant cells, the data were analyzed by using the statistical method of Cluster Analysis. The emergence of nurse cells stimulated by M. enterolobii was observed for both tomato rootstocks between 10 and 17 days after inoculation (DAI). The number and the area of feeding sites and giant cells were smaller at 17 DAI than at 24 DAI. on the latter occasion (24 DAI), there were feeding sites established by the presence of several multinucleate nurse cells with thick cell walls and dense and granular cytoplasm. Vascular tissues were compressed and disorganized; there was also hypertrophy of cortical parenchyma cells. Roots inoculated with M. javanica did not show anatomical changes.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Summa Phytopathologica. Grupo Paulista de Fitopatologia, v. 38, n. 3, p. 192-197, 2012.

Itens relacionados