Orientação sexual para jovens adultos com deficiência auditiva

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-04

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

the study investigated the theme of sexuality among 14 hearing impaired young adults, aged 18 to 35 years, at the Center for Hearing, Language and Visual Disturbances (CEDALVI), a service of the HRAC-USP/Bauru. The aims were: to identify what kinds of information on sexuality were needed; to intervene through a sexual orientation program, so as to inform and discuss themes related to sexuality and to assess the information obtained by means of the sexual education program. To this end, a sexual orientation program was set up with three sessions concerning the following themes: Sexual organs and gender relationships, Caring relationships and Pregnancy, sexually transmitted diseases and self-esteem. Data was collected through a first time questionnaire, with closed true and false questions, with pre and post-tests applied at the beginning and the end of each meeting, followed by interviews to evaluate the whole process at the end of the program. The results showed that most young adults still view the term sexuality as restricted to sexual intercourse or to prevention of sexually transmitted diseases or to contraceptive methods and the media was cited as the main source of information. In the post-test, the greatest number of correct responses occurred for the theme Sexual organs and gender relationships; in general, all participants offered positive reviews for participation in the program. The conclusion was that it is paramount to include sexual orientation in rehabilitation programs, guaranteeing access to information and promoting discussion of such subjects in these young people's lives.

Resumo (português)

o estudo investigou o tema da sexualidade junto a 14 jovens adultos com deficiência auditiva de 18 a 35 anos de idade, no Centro de Distúrbios da Audição Linguagem e Visão (CEDALVI) que faz parte do HRAC-USP/Bauru. Os objetivos foram: identificar quais as necessidades de informação no que diz respeito à sexualidade; intervir, através de um programa de orientação sexual, informando e discutindo sobre temas referentes à sexualidade e verificar a aquisição de informação obtida com o programa de orientação sexual. Para tal, foi realizado um programa de orientação sexual, com três encontros abordando os seguintes temas: Órgãos sexuais e relações de gênero, Relacionamento afetivo e Gravidez, doenças sexualmente transmissíveis e auto-estima. Utilizou-se para a coleta dos dados um questionário inicial, questionários com questões fechadas, falso e verdadeiro, tipo pré e pós-teste no início e ao final de cada encontro e uma entrevista de avaliação processual, ao final do programa. Observou-se que o termo sexualidade continua sendo reduzido ao ato sexual ou as formas de prevenção de doenças ou métodos contraceptivos por grande parte dos jovens e a fonte de informação mais citada foi a mídia. O tema de maior número de acertos no pós-teste foi Órgãos sexuais e relações de gênero e todos, em geral, avaliaram positivamente a participação no programa. Concluiu-se que é necessário que a sexualidade seja cada vez mais incluída em programas de reabilitação, garantindo o acesso a informação e a discussão do tema, tão importante na vida desses jovens.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Educação Especial. Bauru, SP, Brazil: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE, v. 12, n. 1, p. 29-48, 2006.

Itens relacionados

Financiadores