Biologia comparada de populações da lagarta–do–cartucho em folhas de milho e mandioca

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The fall armyworm is a pest that feeds on various botanies species. The objective of this experiment was to study the biology of this pest in corn and cassava leaves. Caterpillars were collected in area under cultivation with cassava and maintained on artificial diet for two generations. Under controlled conditions in a climatic chamber (B.O.D) in the laboratory (25 degrees, 60 +/- 10% RH and photophase 14 hours) were evaluated daily 50 caterpillars in corn treatments and 50 in cassava, where duration and viability of the larval phase and pupal, weight of pupas were observed after 24 hours, deformation percentage of pupas and adults, longevity, fecundity and total life cycle. The viability of larvae fed on leaves of maize and cassava was 74% and 60%, respectively. The larval period of the insects was shorter in maize 16.89 days (seven instars) and cassava 20.08 days (six instars). The pupal phase lasted 11.42 days in cassava treatment and 10.87 in the maize. The pupal weight of females and males was higher in corn 204.91 mg and 198.97 mg, respectively. The biological cycle varied depending on the ingested food. Adult longevity lasted 9.88 days for insects fed on cassava leaves. Therefore, cassava affected the development of S. frugiperda.

Resumo (português)

A lagarta-do-cartucho é uma praga que se alimenta de várias espécies botânicas. Assim, o objetivo deste experimento foi estudar a biologia desta praga nas folhas de milho e mandioca. Lagartas foram coletadas em área de cultivo com mandioca e mantidas em dieta artificial por duas gerações. Sob condições controladas em câmara climatizada (B.O.D) no laboratório (25 ºC, UR 60 ± 10 % e fotofase 14 horas) foram avaliadas diariamente 50 lagartas nos tratamentos milho e 50 em mandioca, onde se observaram duração e viabilidade da fase larval e pupal, peso de pupas após 24 horas, porcentagem de deformação de pupas e de adultos, longevidade, fecundidade e ciclo biológico total. A viabilidade das lagartas alimentadas com folhas de milho e de mandioca foi 74 % e 60 %, respectivamente. O período larval dos insetos foi menor no milho 16,89 dias (sete instares) e para a mandioca 20.08 dias (seis instares). A fase de pupa durou 13,49 dias no tratamento mandioca e 10,17 no milho. O peso pupal de fêmeas e machos foi maior no milho 204,91 mg e 198,97 mg, respectivamente. O ciclo biológico variou em função do alimento ingerido. A longevidade de adultos durou 9,88 dias para insetos alimentados nas folhas de mandioca. Portanto, a mandioca afetou o desenvolvimento de S. frugiperda.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Caatinga. Mossoró: Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), v. 27, n. 4, p. 234-239, 2014.

Itens relacionados

Financiadores