Sistema de informação geográfica na classificação de terras para irrigação, em Pardinho-SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002-02

Orientador

Zimback, Célia Regina Lopes

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A realidade brasileira mostra um quadro adverso com relação à ocupação do solo e com conseqüências diretas sobre os corpos d’água. As águas superficiais e subterrâneas já vêm sinalizando a desorganização territorial e a falta de planejamento da ocupação do solo. Sendo assim o uso adequado da terra é o primeiro passo em direção à agricultura sustentável. Para isso, deve-se empregar cada parcela de terra de acordo com a sua capacidade de sustentação e produtividade econômica, de forma que os recursos naturais sejam colocados à disposição do homem, para seu melhor uso e benefício, procurando, ao mesmo tempo, preservar estes recursos para gerações futuras. Neste sentido, considerando-se a necessidade de um planejamento da ocupação do solo, este trabalho teve como objetivo classificar terras para irrigação da parte inicial da Microbacia do Rio Pardo – SP, a fim de obter o mapa interpretativo da área, utilizando-se do Sistema de Informação Geográfica (SIG) IDRISI 32. O sistema de classificação de terras para irrigação mais difundido no mundo é o sistema do “U.S. Bureau of Reclamation”. Neste sistema, a classe de terra é definida como uma categoria de terras tendo atributos físicos, químicos e econômicos similares, os quais afetam a adaptabilidade da terra para irrigação. O sistema tem seis classes, sendo normalmente reconhecidas quatro classes aráveis, de acordo com a sua aptidão para agricultura irrigada, uma classe provisória e uma última classe de terras não aráveis. O presente trabalho foi desenvolvido com base na metodologia desse sistema... .

Resumo (inglês)

The Brazilian reality shows an adverse picture with relation to the occupation of the soil and with direct consequences on the bodies of water. The superficial and underground waters already come signalling the territorial disorganization and the lack of planning of the occupation of the soil. Being the adapted use of the land is the first step in direction to the maintainable agriculture. For that, each land portion should be used in agreement with its supportation capacity and economic productivity so that the natural resources they are placed available to the man for its best use and benefit trying at the same time to preserve these resources for future generation. In this sense, sells the need of a planning of the occupation of the soil, this work had as objective to classify lands for irrigation of the initial part of the watershed of Pardo river - SP, in order to obtain the interpretative map of the area, being used of the Geographical Information System (GIS) IDRISI 32. The system of classification of lands for irrigation more diffused in the world it is the system of U.S. Bureau of Reclamation . In this system the land class is defined as a category of lands had similar physical and economic attributes, which affect the adaptability of the land for irrigation. The system has six classes, being recognized four classes you usually plowed, in agreement with its aptitude for irrigated agriculture, a class provisory and a last class of lands didn't plow. The present work was developed based on the methodology of that system... (Complete abstract, click electronic address below).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

BUCENE, Luciana Corpas. Sistema de informação geográfica na classificação de terras para irrigação, em Pardinho-SP. 2002. xv, 177 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2002.

Itens relacionados