Intervalo hídrico ótimo e compactação do solo com cultivo consorciado de milho e braquiária

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Ciência do Solo

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O cultivo consorciado entre a espécie forrageira e a cultura produtora de grãos garante a produção de forragem no outono-inverno, além de palha para cobertura do solo em sistema semeadura direta. O aporte de matéria seca radicular no perfil do solo possibilita a melhoria da qualidade estrutural do solo. Objetivou-se com este experimento verificar as alterações nos atributos físicos e físico-hídricos do solo com o cultivo de milho solteiro e consorciado com Brachiaria brizantha. O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental Lageado (UNESP, Botucatu-SP), entre os anos agrícolas de 2002/2003 e 2003/2004. Foram coletadas amostras com estrutura preservada de solo, por meio de anéis volumétricos, nas camadas de 0 a 20 e 20 a 40 cm de profundidade, em trincheiras abertas em parcelas cultivadas com milho e mantidas em pousio na entressafra, bem como em parcelas cultivadas com milho consorciado com B. brizantha na linha de semeadura, mantendo a forrageira para pastagem após a colheita do milho. A partir dessas amostras, foi avaliado o Intervalo Hídrico Ótimo (IHO), por meio de curvas de resistência à penetração e de retenção de água, em amostras com diferentes densidades do solo. O cultivo solteiro de milho na safra de verão é suficiente para melhorar as características físicas e estruturais do solo na camada de 0 a 20 cm. O cultivo de braquiária em consórcio com o milho por dois anos consecutivos melhora as condições físicas e estruturais do solo na camada de 20 a 40 cm, com redução da resistência mecânica à penetração e aumento da densidade crítica do solo.

Resumo (inglês)

Intercropping of a forage and main grain crop ensures forage production in the autumn-winter, and straw for mulching in the no-tillage system. The contribution of dry root matter in the soil profile allows the improvement of soil structural quality. The objective of this research was to evaluate changes in soil physical and physico-hydric properties with the cultivation of maize grown alone and intercropped with Brachiaria brizantha. The study was carried out on the Experimental Farm Lageado (UNESP, Botucatu-SP) in the growing seasons 2002/2003 and 2003/2004. Undisturbed soil was sampled from the layers 0-20 and 20-40 cm by volumetric rings in plots growing maize and left fallow between harvest and in plots intercropped with maize and B. brizantha in the row, where the grass was maintained for grazing after maize harvest. The least limiting water range (LLWR) of these samples was evaluated, based on curves of penetration resistance and water retention in soil samples with different bulk densities. Maize grown alone is sufficient to improve the physical and structural characteristics of the soil in the 0-20 cm layer. Brachiaria intercropped with maize for two years improves the soil physical and structural properties in the layer 20-40 cm as well, reducing penetration resistance and increasing bulk density.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Ciência do Solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 35, n. 6, p. 2183-2190, 2011.

Itens relacionados

Financiadores