Gêneros orais e ensino: trajetórias da construção do conhecimento pessoal prático na paisagem escolar

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-03-02

Orientador

Telles, João Antonio

Coorientador

Pós-graduação

Educação - FFC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O trabalho em questão objetiva compreender de que maneira professores de língua portuguesa constroem seus conceitos de gêneros orais, quais conceitos possuem e como implementam práticas didáticas de produção de textos orais em suas aulas. Ao observar a configuração dos conceitos que permeiam a prática desses docentes, busco salientar as paisagens pelas quais transitam esses profissionais e como essas interferem na construção de seu conhecimento pessoal prático. As preocupações expostas foram originadas pela crescente discussão acerca da importância do ensino de gêneros orais na escola - sobretudo após a publicação dos PCN para o Ensino de Língua Portuguesa (3º e 4º Ciclos) ocorrida em 1998. Outro fator foram as inquietações remanescentes de um trabalho anterior, A oralidade nas aulas de língua portuguesa: análise de um caso (MESSIAS, 2002), cujo foco incidia na observação do tratamento dado à produção de textos orais por um professor de língua portuguesa, de uma escola pública do interior do estado de São Paulo. Sendo assim, retornei à mesma escola e, dessa vez, tive como parceiros outros professores, além de uma coordenadora pedagógica, uma vice-diretora e alguns alunos. Como forma de materializar a pesquisa, promovi reuniões de estudo, com os professores; elaborei um questionário que foi respondido pelos docentes e por alguns alunos; realizei entrevistas. Um dos professores, ainda, filmou algumas atividades de produção de textos orais ocorridas em suas aulas. A forma como a investigação foi conduzida a caracteriza como pesquisa qualitativa, tal como explicitado por Lüdke e André (1986), mais especificamente uma pesquisa ação nos moldes especificados por Thiollent (2002). O estudo desenvolveu-se em tom narrativo, pois, durante o percurso, a ênfase nos textos produzidos pelos professores tornou-se fundamental para a construção dos sentidos...

Resumo (inglês)

This study has as objective to understand how teachers of Portuguese construct their knowledge of oral genres, what knowledge they have and how they implement pedagogical practices of production of oral texts in their classrooms. Observing the knowledge which supports those teachers' practices, I intend to point out the landscapes in which these professionals live and work and how these landscapes interfere in the construction of their personal practical knowledge. The concerns exposed arose from the growing discussion about the importance of oral genres teaching in schools, mainly, after the publication of the PCN directed to the Teaching of Portuguese (3th and 4th cycles) in 1998. Another point that must be mentioned refers to a previous work, The orality in classes of Portuguese: the analysis of a case (MESSIAS, 2002), whose focus is on the procedures for the production of oral texts followed by a teacher of Portuguese in a public school in the State of Sao Paulo. Thus, I returned to the same school and, this time, I had as partners other teachers, the pedagogical coordinator, the vice-principal and some students. As far as my methodological framework is concerned, I organized interviews, study groups with the teachers and a questionnaire which was answered by them and some students. One of the teachers also videotaped some activities of production of oral texts developed in his classroom. The way the research was conducted characterizes it as a qualitative, as suggested by Ludke and André (1986), more specifically an action research, as proposed by Thiollent (2002). This study was developed in a narrative tone because the emphasis on the texts produced by the teachers became fundamental in the construction of the meanings. Through the accounts, the interviews (audio-recorded and transcribed), the research diaries and questionnaires I try to get meanings from the linguistic... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes. Gêneros orais e ensino: trajetórias da construção do conhecimento pessoal prático na paisagem escolar. 2009. 172 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2009.

Itens relacionados