Suprimento de potássio em função da adubação potássica residual em um Latossolo Vermelho do Cerrado

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-11-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Ciência do Solo

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Em alguns solos com baixos teores de potássio trocável, formas não trocáveis participam do suprimento às plantas. Há evidências de que a disponibilização do K não trocável depende mais da demanda das plantas pelo nutriente do que das propriedades do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o suprimento e a exaustão de formas de K em um Latossolo Vermelho do Cerrado em decorrência da adubação potássica residual e do cultivo de Brachiaria ruziziensis (Syn. Urochloa ruziziensis). Amostras de solos foram coletadas na camada de 0-20 cm, em parcelas de um experimento de campo em que a soja vinha sendo adubada anualmente, por 10 anos, com 0, 60, 120 e 180 kg ha-1 de K2O. em casa de vegetação, as amostras de solo receberam a aplicação de 0, 150 e 300 mg dm-3 de K e foram cultivadas com B. ruziziensis, com cinco cortes sucessivos. O suprimento de K às plantas dependeu mais do fertilizante recém-adicionado do que do efeito residual de adubações anteriores. O K não trocável foi responsável, ao longo do tempo, pela manutenção dos teores de K trocáveis e, na ausência de adubação potássica, constituiu a principal fonte de K para as plantas de B. ruziziensis. As plantas de B. ruziziensis possuem capacidade de extrair quantidade considerável de K do solo, confirmando sua importância como cultura de cobertura, na ciclagem do nutriente no solo.

Resumo (inglês)

In some soils with low levels of exchangeable potassium, non-exchangeable forms can participate in plant supply. There is evidence that K supply in non-exchangeable forms depends more on plant nutrient demand than on soil properties. The purpose of this study was to evaluate the supply and depletion of K forms in a Cerrado Oxisol, as affected by residual K fertilization and successive cultivation of Brachiaria ruziziensis (Syn. Urochloa ruziziensis). Soil samples were collected in the 0-20 cm layer in plots of a field experiment installed in 2001, where soil had been fertilized for 10 years with 0, 60, 120 and 180 kg ha-1 of K2O. In a greenhouse, 0, 150 and 300 mg dm-3 K was applied to the soil samples and B. ruziziensis was grown and cut five times. The K supply of the plants depended more on the newly added fertilizer than on the residual effect of previous fertilization. The non-exchangeable K is responsible, over time, for the maintenance of exchangeable K levels and becomes the main source of K for B. ruziziensis plants in the absence of K fertilization. Brachiaria ruziziensis plants have the capacity to absorb large amounts of K from the soil, confirming the importance of this cover crop for soil nutrient cycling.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Ciência do Solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 5, p. 1507-1515, 2012.

Itens relacionados

Financiadores