Palinotaxonomia em espécies brasileiras de Gloxiniinae com ênfase no complexo Mandirola-Goyazia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-05-04

Orientador

Gasparino, Eduardo Custódio
Araujo, Andréa Onofre de

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A subtribo Gloxiniinae é composta por 21 gêneros e cerca de 160 espécies. No Brasil, Gloxiniinae possui 16 espécies, distribuídas em oito gêneros, sendo três endêmicos, geralmente encontrados em afloramentos rochosos de cerrados, campos rupestres ou florestas de galeria. Foram estudados os grãos de pólen de dez espécies brasileiras de Gloxiniinae (Gesneriaceae) pertencentes aos gêneros: Chautemsia A.O.Araujo & V.C.Souza (1 sp.), Gloxinia L’Hér. (3 spp.), Goyazia Taub. (2 spp.), Mandirola Decne. (3 spp.) e Seemannia Regel (1 sp.) com o objetivo de contribuir para a caracterização taxônomica do grupo e uma melhor delimitação dos gêneros e/ou espécies, com enfoque para as populações do complexo Mandirola-Goyazia, pois os dois gêneros e as espécies incluídas nesse complexo não aparecem bem delimitados em estudos taxonômicos e trabalhos de filogenia, e essa dificuldade pode ser explicada por apresentarem distribuição simpátrica, morfologia floral e fenologia muito semelhantes. Os grãos de pólen foram acetolisados, medidos, fotografados em microscópia óptica, microscopia eletrônica de varredura e transmissão e descritos qualitativamente. Os dados quantitativos foram analisados através de estatísticas descritiva e multivariada. Para as espécies brasileiras de Gloxiniinae analisadas, foram observadas variações entre os grãos de pólen principalmente quanto ao âmbito, forma, comprimento, largura e extremidades dos colpos, presença ou não de margem, tipo de endoabertura e tipo de ornamentação da exina. Com relação as 36 populações naturais de Mandirola e Goyazia estudadas, os caracteres qualitativos diagnósticos como número e tipo de aberturas, tipo de endoabertura, margem, ornamentação e ultraestrutura da exina foram características entre as populações, porém apresentaram diferenças intra e interpopulacional principalmente quanto ao âmbito, forma, comprimento, largura e extremidades dos colpos. Também foi analisada a morfologia polínica do híbrido natural Mandirola X Goyazia e seus possíveis parentais (Chapada dos Guimarães, Mato Grosso), onde foram observadas características diagnósticas semelhantes, no entanto apresentam variações quanto ao âmbito, forma, extremidades dos colpos e ornamentação da exina. Existem caracteres polínicos que permitem separar as espécies de Gloxiniinae; as populações de Mandirola e Goyazia são estenopolínicas e o híbrido natural Mandirola X Goyazia apresenta caracteres polínicos que permitem diferencia-lo dos seus possíveis parentais.

Resumo (inglês)

Gloxiniinae have 21 genera and about 160 species. In Brazil, Gloxiniinae has 16 species, distributed in eight genera, three of which are endemic, generally found in rock outcrops of cerrado, rupestrian fields or gallery forests. We studied the pollen grains of ten Brazilian Gloxiniinae (Gesneriaceae) belonging to the genera: Chautemsia A.O.Araujo & V.C.Souza (1 sp.), Gloxinia L'Hér. (3 spp.), Goyazia Taub. (2 spp.), Mandirola Decne. (3 spp.) and Seemannia Regel (1 sp.) with the aim of contributing to the taxonomic characterization of the group and a better delimitation of the genera and/or species, focusing on the Mandirola-Goyazia complex populations. The species of this complex are not well delimited in taxonomic studies and phylogeny works, and this difficulty can be explained by the sympatric distribution, and the floral morphology and phenology very similar. The pollen grains were acetolysed, measured, photographed under light microscopy, scanning and transmission electron microscopy and described qualitatively. The quantitative data were analyzed by descriptive and multivariate statistics. We observed for the Brazilian Gloxiniinae species variations on the amb, shape, length and width colpi, colpi end, margo, endoaperture and ornamentation. For the 36 natural populations of Mandirola and Goyazia, qualitative data such as number and type of apertures, endoaperture, margo, ornamentaion and exine utrastructure are very similar, but we identify differences in amb, shape, length and width of colpi and the colpi ends. We also analyzed the pollen morphology of the natural hybrid Mandirola X Goyazia and its possible parents (Chapada dos Guimarães, Mato Grosso), and we observed similar pollen characteristics, with variations for amb, shape, colpi ends and exine ornamentation. There are pollen morphology characters that allow to separate the Gloxiniiinae species; the populations of Mandirola and Goyazia are stenopalynous, and the natural hybrid has differences in the exine ornamentation not observed in its possible parental.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados