Sexualidade e hanseníase: aspectos psicossociais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-03-20

Orientador

Maia, Ana Cláudia Bortolozzi

Coorientador

Pós-graduação

Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem - FC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Compreender as reações que as doenças apresentam em virtude de emoções, sensações e sentimentos, faz-se hoje um dos maiores desafios da medicina. Uma dessas enfermidades que desperta o interesse de pesquisadores diversos é a hanseníase. No entanto, o tema da sexualidade ainda é escasso nas pesquisas com pessoas atingidas pela hanseníase. Diante disso, este estudo teve por objetivo investigar como pessoas atingidas pela hanseníase relatam sobre sua sexualidade, descrevendo os aspectos da vida social, sexual e afetiva. As questões que permeiam a percepção relacionada à própria sexualidade, bem como as relações afetivas dessas pessoas, além de todas as implicações emocionais desses aspectos na qualidade de vida desses indivíduos foram objeto de nosso estudo. Utilizou-se de um questionário de duas partes: Sexualidade e hanseníase - para verificação da autopercepção da possível influência na sexualidade dos indivíduos e Escala de Satisfação Sexual para avaliar o grau de satisfação pessoal em relação aos aspectos da vida sexual do indivíduo. Os resultados mostram a dificuldade existente na autoaceitação de si enquanto pessoa com hanseníase e que a mesma acaba por repercutir na forma do indivíduo se relacionar não só consigo mesmo, mas inclusive com os outros. Observou-se, ainda, que as relações afetivas se tornam fragilizadas e inconstantes e que há dificuldades na expressão da sexualidade. Novos estudos podem ampliar a compreensão dessa temática, ampliando o número de pessoas atingidas pela hanseníase ou o uso de entrevistas mais aprofundadas

Resumo (inglês)

Understand the reactions that have diseases because of emotions, sensations and feelings, it is now of the greatest challenges of medicine. One such disease that arouses the interest of many researchers is leprosy. However, the issue of sexuality is still scarce in research with people affected by leprosy. Thus, this study aimed to investigate how people affected by leprosy report about his sexuality, describing aspects of social life, sexual and emotional. The questions related to perceptions related to their sexuality and affective relations of these people, besides all the emotional implications of these aspects of quality of life of these individuals were the object of our study. A questionnaire of two parts was used: Sexuality and leprosy - to verify the perception of possible influence on the sexuality of individuals and Sexual Satisfaction Scale for assessing the degree of personal satisfaction in relation to aspects of sexual life. The results show the difficulty in autoaceitação of himself as a person with leprosy and that it ends up impacting the way the individual relates not only himself but also with others. It was noted also that the affective relations become fragile and unstable and that there are psychological problems in the expression of sexuality. Further studies may enhance understanding of the subject, increasing the number of people affected by leprosy or the use of more in-depth interviews

Descrição

Idioma

Português

Como citar

BONFANTE, Elleina Gonçalves. Sexualidade e hanseníase: aspectos psicossociais. 2010. 80 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências de Bauru, 2010.

Financiadores