Potential of adjuvants to reduce drift in agricultural spraying

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-10-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The reduction of pesticide spraying drift is still one of the major challenges in Brazilian agriculture. The aim of this study was to evaluate the potential of different adjuvant products, such as surfactants, drift retardants, mineral oil and vegetable oil for reducing drift in agricultural spraying. The experiment consisted of quantifying drift of sprayings of 18 adjuvants dissolved in water under controlled conditions in a wind tunnel. Tests were performed in triplicates with spraying nozzles type Teejet XR8003 VK, pressure of 200kPa and medium drops. Solutions sprayed were marked with Brilliant Blue dye at 0.6% (m v-1). The drift was collected using polyethylene strips transversally fixed along the tunnel at different distances from the nozzle and different heights from the bottom part of the tunnel. Drift deposits were evaluated by spectrophotometry in order to quantify deposits. The adjuvants from chemical groups of mineral oil and drift retardant resulted in lower values of drift in comparison with surfactants and water. The results obtained in laboratory show that the selection of appropriate class and concentration of adjuvants can significantly decrease the risk of drift in agricultural spraying. However, the best results obtained in laboratory should be validated with pesticide under field conditions in the future.

Resumo (português)

A redução da deriva das pulverizações agrícolas continua sendo um dos maiores desafios da agricultura brasileira. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de adjuvantes dos grupos surfatantes, redutores de deriva, óleos minerais e óleos vegetais para a redução da deriva em pulverizações agrícolas. O experimento quantificou a deriva de pulverizações realizadas com 18 adjuvantes em diferentes concentrações, em solução aquosa, sob condições controladas em túnel de vento. Os ensaios foram realizados em triplicatas, com pontas de pulverização Teejet XR8003 VK, pressão de 200 kPa e gotas médias. As soluções pulverizadas foram marcadas com corante Azul Brilhante a 0,6% (m v-1). A deriva foi coletada por meio de fios de polietileno posicionados transversalmente ao fluxo de ar, a diferentes distâncias da ponta e alturas do piso do túnel. A solução de lavagem de cada fio foi processada por meio de espectrofotometria para a quantificação dos depósitos. Os adjuvantes dos grupos funcionais óleos minerais e redutores de deriva proporcionaram valores menores de deriva em comparação com os surfatantes e a água. Os resultados de laboratório indicam que a seleção de produtos e de concentrações adequadas pode reduzir significativamente o risco de deriva nas pulverizações agrícolas. Entretanto, os melhores resultados obtidos em laboratório deverão ser validados com os produtos que irão constituir as caldas de pulverização em condições de campo no futuro.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Engenharia Agrícola. Associação Brasileira de Engenharia Agrícola, v. 33, n. 5, p. 986-992, 2013.

Itens relacionados