Diagnóstico sorológico de erliquiose canina com antígeno brasileiro de Ehrlichia canis

dc.contributor.authorAguiar, Daniel Moura
dc.contributor.authorSaito, Taís Berelli
dc.contributor.authorHagiwara, Mitika Kuribayashi
dc.contributor.authorMachado, Rosângela Zacarias [UNESP]
dc.contributor.authorLabruna, Marcelo Bahia
dc.contributor.institutionAgência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)
dc.contributor.institutionUniversidade de São Paulo (USP)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-05-20T15:14:52Z
dc.date.available2014-05-20T15:14:52Z
dc.date.issued2007-06-01
dc.description.abstractO presente trabalho relata o isolamento de Ehrlichia canis em cultivo de células DH82 e posterior padronização da Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Leucócitos de uma cadela experimentalmente infectada com o isolado Jaboticabal de E. canis foram inoculados em cultivo de células DH82. A inoculação foi monitorada após a segunda semana, a cada 5-6 dias, através de exames citológicos e pela amplificação de um fragmento do gene dsb de Ehrlichia pela Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR) para confirmação da infecção. A cultura apresentou-se positiva aos 27 dias pós-inoculação pela PCR e aos 28 dias pela citologia. No 33o dia pós-inoculação, observou-se 20% de células infectadas e, aos 53 dias, 60% de infecção. Atualmente, o isolado encontra-se estabelecido em células DH82, com várias passagens atingindo 90-100% de células infectadas entre 7-10 dias após a inoculação. Após o seqüenciamento do produto de PCR, o isolado apresentou-se 100% similar à seqüência correspondente de E. canis depositada no GenBank. As células infectadas foram utilizadas como antígeno para a padronização da RIFI para detecção da infecção em cães.pt
dc.description.abstractThe present study describes a successful isolation of Ehrlichia canis and its establishment in DH82 cells, followed by the development of an Indirect Fluorescent Antibodies Test (IFAT). Leukocytes collected from an experimentally infected dog with the Jaboticabal strain of E. canis were used to inoculate a DH82 cell monolayer. Two weeks later, the inoculated culture was checked for infectivity, every 5-6 days by both cytological staining and PCR, targeting a fragment of the dsb gene. The cell culture showed to be infected by Ehrlichia on day 27 by PCR and on day 28 by cytological staining. By the day 33, the infection rate reached 20% and on day 53, 60%. Currently, the isolate is established in DH82 cells, with several passages reaching 90-100% of infected cells, within 7 to 10 days post inoculation. After sequencing, the amplicon was identical to other E. canis corresponding sequences available in the GenBank. DH82 infected cells were used to standardize an IFAT for the diagnosis of canine ehrlichiosis.en
dc.description.affiliationAgência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios Pólo Regional da Alta Sorocabana
dc.description.affiliationUniversidade de São Paulo Departamento de Clínica Veterinária
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Departamento de Patologia Veterinária
dc.description.affiliationUniversidade de São Paulo Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Departamento de Patologia Veterinária
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent796-802
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782007000300030
dc.identifier.citationCiência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 37, n. 3, p. 796-802, 2007.
dc.identifier.doi10.1590/S0103-84782007000300030
dc.identifier.fileS0103-84782007000300030.pdf
dc.identifier.issn0103-8478
dc.identifier.lattes3254990612451836
dc.identifier.scieloS0103-84782007000300030
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/29368
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Maria (UFSM)
dc.relation.ispartofCiência Rural
dc.relation.ispartofjcr0.525
dc.relation.ispartofsjr0,337
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceSciELO
dc.subjectEhrlichia canisen
dc.subjectIsolationen
dc.subjectDH82en
dc.subjectImmunofluorescenceen
dc.subjectSerologyen
dc.subjectEhrlichia canispt
dc.subjectIsolamentopt
dc.subjectDH82pt
dc.subjectImunofluorescênciapt
dc.subjectSorologiapt
dc.titleDiagnóstico sorológico de erliquiose canina com antígeno brasileiro de Ehrlichia canispt
dc.title.alternativeSerological diagnosis of canine monocytic ehrlichiosis with Brazilian antigen of Ehrlichia canisen
dc.typeArtigo
unesp.author.lattes3254990612451836
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
S0103-84782007000300030.pdf
Tamanho:
832.69 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: