Produção de óleo essencial associado à deficiência hídrica em plantas Ocimum basilicum L. cv. genovese

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-03-05

Orientador

Broetto, Fernando

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Um dos mais importantes fatores ambientais e agronômicos que afetam a produção de metabólitos secundários em plantas é a água. Quantidade limitada de água tem efeito negativo sobre o crescimento e desenvolvimento das plantas. Entretanto, a deficiência hídrica (DH), muitas vezes tem se mostrado positiva no acúmulo de constituintes ativos em espécies medicinais, aromáticas e condimentares. Verificou-se a influência da DH na participação de assimilados, acúmulo e na composição do óleo essencial em manjericão (Ocimum basilicum L.). Paralelamente, foram avaliados parâmetros bioquímicos relacionados com a resposta das plantas a DH. Os tratamentos foram constituídos por dois blocos, T1 (controle) que foi mantido sempre irrigado e T2 (DH) submetido a três níveis de DH. Nas plantas dos tratamentos do bloco T2 (DH), foi suspenso o fornecimento de água quando 50% das plantas iniciaram seu florescimento. Observou-se que as plantas cultivadas sob DH, responderam com aumento da concentração de óleo essencial na inflorescência e nas folhas. O maior rendimento de óleo por planta, foi encontrado nas plantas do controle, principalmente no tecido da inflorescência, inversamente do observado para o tecido foliar. Em termos qualitativos, a análise dos componentes do óleo revelou que os diferentes níveis de DH não alteraram o padrão conhecido para esta espécie. Constatou-se que todos os parâmetros biométricos foram influenciados negativamente pela DH. A análise da atividade enzimática indicou que o estresse causado por DH ativou todas as enzimas relacionadas ao sistema de resposta antioxidativo, além de induzir ao acúmulo de L-prolina.

Resumo (inglês)

The water is one of the most important agronomic and environmental factors that affect the production of secondary metabolites in plants. Limited amount of water has negative effect on growth and development of plants. However, the hydric deficiency (HD), a lot of times have been shown positive in the active constituents accumulation in medicinal species, aromatic and spices. The influence of HD was verified in participation of assimilate, accumulation and in the essential oil composition of basil (Ocimum basilicum L.). At the same time, biochemical parameters related with HD in plants were studied. The treatments were constituited by two blocks, T1 (control) that was maintained well irrigated and T2 (HD) submitted to three levels of HD. In T2 (HD) treatments, the water supply was suspended when 50% of the plants began flowering. In plants cultivated under HD was observed that the essential oil concentration was increased in the inflorescences and leaves. The largest oil income was found in the plants of control, mainly in inflorescences material, inversely of observed in leaves material. In qualitative terms, the oil components analysis revealed that the different levels of HD didn't alter the known standarts for this species. It was verified that all of the biometrical parameters were negatively influenced by HD. The enzymatic activity analysis indicated that the stress caused by HD had activated all of the enzymes related to the antioxitative response system, besides inducing the accumulation of L-proline.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

LEONARDO, Marcelo. Produção de óleo essencial associado à deficiência hídrica em plantas Ocimum basilicum L. cv. genovese. 2007. xxii, 132 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2007.

Itens relacionados