Avaliação do sucesso de tratamentos endodônticos realizados em sessão única: infecção primária versus secundária

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-03-08

Orientador

Valera, Marcia Carneiro

Coorientador

Fiamini, Beatriz Kowalski

Pós-graduação

Curso de graduação

São José dos Campos - ICT - Odontologia

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (português)

Objetivo: O propósito deste estudo foi avaliar a carga bacteriana (UFC/mL), níveis de endotoxinas (EU/mL), redução do volume (mm³) da lesão periapical (LP) e sinais e sintomas clínicos no tratamento endodôntico realizado em uma sessão em dentes unirradiculares com infecção endodôntica primária (IEP) ou secundária (IES) e presença de LP. Material e métodos: Os pacientes foram submetidos a tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC). Amostras do conteúdo do canal radicular foram coletadas: (S1) após a abertura coronária para casos de IEP ou após a desobturação dos canais radiculares para IES, e (S2) antes da obturação dos canais radiculares para avaliar os valores residuais após o preparo em ambos os grupos. O conteúdo foi submetido a análises microbiológicas por meio de culturas e ao teste de LAL, além de avaliação volumétrica da lesão periapical (LP) no início e após um acompanhamento de 12 a 18 meses. Os achados clínicos foram tabulados e analisados estatisticamente. Resultado: houve diferença estatisticamente significativa entre (S1) e (S2) em relação à contagem de unidades formadoras de colônias (UFC/mL) e níveis endotoxinas (EU/mL) em casos de IEP e IES, com (S1)>(S2) para todos os parâmetros (p<0.05). Ao comparar os valores de EU/mL, observaram-se valores iniciais e residuais maiores em casos de IEP (p<0.05), enquanto os valores de UFC/mL em (S2) foram semelhantes nas IEP e IES. Houve redução do volume da LP em todos os casos, com redução semelhante em casos de IEP e IES (p>0.05). Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os sinais/sintomas antes e após o acompanhamento entre os casos de IEP e IES (p>0.05). Conclusão: não foram identificadas diferenças significativas no sucesso do tratamento endodôntico realizado em uma única sessão em casos de IEP e IES, apesar dos valores mais elevados de UFC/mL e EU/mL em casos de IEP.

Resumo (inglês)

Objective: The purpose of this study was to evaluate the bacterial load (CFU/mL), endotoxin levels (EU/mL), volume reduction (mm³) of the periapical lesion (PL) and clinical signs and symptoms in endodontic treatment in single session in single-rooted teeth with primary (PEI) or secondary (IES) endodontic infection and presence of PL. Material and methods: Patients underwent cone beam computed tomography (CBCT). Samples of root canal contents were collected: S1 after coronary opening for IEP cases or after root canal filling for IES, and S2 before root canal filling to evaluate residual values after preparation in both the groups. The content was submitted to microbiological analysis using cultures and the LAL test, in addition to volumetric assessment of the periapical lesion (PL) at the beginning and after a follow-up of 12 to 18 months. Clinical findings were tabulated and statistically analyzed. Result: there was a statistically significant difference between S1 and S2 in relation to the count of colony forming units (CFU/mL) and endotoxin levels (EU/mL) in cases of IEP and IES, with S1>S2 for all parameters (p< 0.05). When comparing the EU/mL values, higher initial and residual values were observed in cases of IEP (p<0.05), while the CFU/mL values in S2 were similar in cases of IEP and IES. There was a reduction in LP volume in all cases, with a similar reduction in cases of IEP and IES (p>0.05). No statistically significant differences were found between signs/symptoms before and after follow-up between cases of IEP and IES (p>0.05). Conclusion: no significant differences were identified in the success of endodontic treatment carried out in a single session in cases of IEP and IES, despite the higher CFU/mL and EU/mL values in cases of IEP.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SANTOS, LF. Avaliação do sucesso de tratamentos endodônticos realizados em sessão única: infecção primária versus secundária [trabalho de conclusão de curso]. São José dos Campos (SP): Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia; 2024.

Itens relacionados