Testes diagnósticos oftalmológicos em sagui de tufo preto (Callithrix penicillata)

Imagem de Miniatura

Data

2020-04-16

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O estudo objetivou descrever valores de referência para importantes testes diagnósticos oftalmológicos, como sensibilidade corneal, produção lacrimal, pressão intraocular, espessura corneal e microbiota conjuntival em saguis de tufo preto (Callithrix penicillata) saudáveis e sem alterações oculares. Foram utilizados 13 saguis de tufo preto, totalizando 26 olhos, provenientes do CEMPAS da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - UNESP, Botucatu, São Paulo, Brasil. Os saguis foram submetidos a contenção química com anestesia dissociativa à base de cetamina e midazolam, para realização dos exames. Os resultados obtidos para sensibilidade corneal com estesiômetro Cochet-Bonnet foi de 5,8 ± 0,6cm; produção lacrimal com ponta de papel absorvente endodôntica estéril de 13 ± 3mm/min; pressão intraocular com tonômetro de rebote Tonovet Plus Icare® de 22,2 ± 2,9mmHg; espessura corneal 340,7 ± 25,5µm; e predomínio de bactérias Gram-positivas nas amostras de microbiota conjuntival. Não houve diferença significativa considerando lateralidade e sexo dos animais (P>0,05). Os resultados obtidos nos testes diagnósticos oftalmológicos poderão auxiliar médicos veterinários oftalmologistas a diagnosticar e tratar doenças oculares em saguis de tufo preto, além de contribuir para pesquisas na área de visão.
The study aimed to describe reference values for important ophthalmic diagnostic tests, such as corneal sensitivity, tear production, intraocular pressure, corneal thickness and conjunctival microbiota in black tufted marmosets (Callithrix penicillata). Thirteen black tuft marmosets were used, totaling 26 eyes, followed by CEMPAS by the Faculty of Veterinary Medicine and Zootechnics - UNESP, Botucatu, São Paulo, Brazil. The procedures were used for chemical containment with dissociative anesthesia based on ketamine and midazolam, to perform the exams. The results obtained for corneal sensitivity with a Cochet-Bonnet esthesiometer were 5.8 ± 0.6 cm; tear production with sterile endodontic absorbent paper tip of 13 ± 3mm / min; intraocular pressure with Tonovet Plus Icare® rebound tonometer of 22.2 ± 2.9mmHg; corneal thickness 340.7 ± 25.5 µm; and predominance of Gram-positive bacteria in conjunctival microbiota. There was no significant difference considering the laterality and sex of the animals (P> 0.05). The results obtained in ophthalmological diagnostic tests can help veterinary ophthalmologists to diagnose and treat eye diseases in the black tufted marmosets, in addition to contributing to research in the field of vision.

Descrição

Palavras-chave

Produção lacrimal, Pressão intraocular, Sensibilidade corneal, Espessura corneal, Microbiota conjuntival, Primatas, Tear production, Intraocular pressure, Corneal sensitivity, Corneal thickness, Conjunctival microbiota, Primates

Como citar