Análise de crescimento em amendoinzeiro (Arachis hypogaea L.) submetido à matocompetição

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

1995-07-01

Autores

Barbosa, Luiz Mauro
Pitelli, Robinson Antonio [UNESP]
Barbosa, José Marcos

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Botânica do Brasil

Resumo

Foram verificados os efeitos de diferentes períodos de controle e convivência de plantas daninhas (0; 14; 28; 42; 56; 70; 84 e 98 dias) na cultura do amendoinzeiro (Arachis hypogaea L.) em Moji-Guaçu (SP). As principais espécies invasoras da área experimental foram: Acanthospermum australe (Loef.) O. Kuntz, Waltheria indica L., Borreria alata DC., Richardia scabra L., Rhynchelytrum repens (Nees) Stapf. et Hubb. e Diodia teres Walt. de maneira geral, durante quase todo o ciclo, a espécie de maior importância relativa foi A. australe, sendo suplantada por outras espécies apenas na colheita, quando já estava encerrando seu ciclo de desenvolvimento. O período inicial de controle das plantas daninhas, além de reduzir a densidade da comunidade infestante, diminuiu sua riqueza em espécies e alterou a importância relativa das populações. A matocompetição resultou na redução do crescimento do amendoinzeiro, principalmente a partir de 42 dias de convivência, afetando a altura das plantas, a área foliar, o índice de área foliar e o acúmulo epígeo de matéria seca. Não foram afetados os números de ramos e de folíolos por planta, nem a qualidade dos grãos e o vigor das sementes do amendoim. A produção de frutos foi reduzida ao redor de 31,5% em decorrência da interferência das plantas daninhas. O período total de prevenção da interferência na produção foi de 14 dias e o período anterior à interferência foi de 70 dias.
Effects of different periods (0-14-28-42-56-70-84 and 98 days) of weed control in peanut plants (Arachis hypogaea L.) were studied in Moji-Guaçu region (State of São Paulo). The main weed species in the experimental area were: Acanthospermum australe (Loef.) O. Kuntz, Waltheria indica L.; Borreria alata D.C.; Richardia scabra L.; Rhynchelytrum repens (Ness) Stapf. et Hubb and Diodia teres Walt. During the whole peanut life cycle, except at harvest time, the most important weed species was A. australe. The initial period of weed control decreased the density of the weed community, as well as the number of species and modified the relative importance of populations. After 42 days the weed competition had affected the peanut development by reducing plant growth, leaf area, leaf area index and epigeal storage of dry matter. The number of twigs and of leaflets per plant, and the quality and vigour of seeds were not affected. The peanut pod productivity decreased 31,5% in the presence of weeds. The total period avoiding interference in the production was 14 days and the period before the interference was 70 days.

Descrição

Palavras-chave

phytomass, production components, growth assessment, Germination, Fitomassa, componentes da produção, avaliação do crescimento, Germinação

Como citar

Acta Botanica Brasilica. Sociedade Botânica do Brasil, v. 9, n. 1, p. 03-19, 1995.