Avaliação do comportamento sexual em touros Nelore: comparação entre os testes da libido em curral e do comportamento sexual a campo

Resumo

Objetivou-se determinar a eficiência do teste da libido realizado em curral em comparação ao teste realizado a campo e relacioná-los à taxa de gestação em estação de monta de 120 dias. Treze touros aptos à reprodução foram submetidos ao teste da libido em curral por 3 horas. Desses touros, nove foram submetidos à avaliação a campo na proporção touro:vaca de 1:33. A cada 21 dias, foi diagnosticada a gestação por meio de avaliações ultra-sonográficas. No teste em curral, observou-se que, quanto maior o tempo, maiores foram os escores de classificação e que nenhum touro efetuou serviço completo nos 10 minutos iniciais do teste. Com um touro classificado como muito bom obteve-se 84,80% de prenhez, porém touros questionáveis proporcionaram taxas de prenhez de 86,67 e 96,55% ao final da estação. As correlações entre características físicas e morfológicas do sêmen mantiveram-se próximas de zero ou foram nulas. Os principais sinais fisiológicos do comportamento sexual foram o ato de cheirar ou lamber o corpo da fêmea, cheirar ou lamber a vulva, seguidos ou não por reflexo de Flehmen. em animais da raça Nelore, o tempo de 30 minutos de observação mostrou-se mais eficiente para a realização do teste da libido em curral. O teste da libido realizado a campo no período diurno não foi eficaz em predizer a libido de todos os animais estudados, em decorrência, provavelmente, do comportamento sexual noturno de alguns reprodutores.
The objectives of this study were to determine the efficiency of the libido test in corral compared to the test performed at field and to relate them to the gestation rate observed in a breeding season of 120 days. Thirteen Nelore bulls able to reproduce were submitted to the libido test in corral for 3 hours and evaluated by scores every five minutes. Nine of them were submitted to evaluation at field using a bull:cow proportion equal to 1:33. The gestation was diagnosed every 21 days through ultrasonographic evaluation. During the test in corral, the classification scores increased as the testing time increased, but no bull accomplished complete service in the first 10 minutes of the test. A very good bull obtained 84.80% for pregnancy rate, but other questionable bulls obtained 86.67 and 96.55% at the end of the breeding season. Correlations estimates among physical and morphologic characteristics of the semen were close to zero or null. The main physiologic indicators of the bull sexual behavior were: smelling or licking the female body, smelling or licking the vulva, followed or not by the Flehmen reflex. The results suggested 30 minutes of observation as the most efficient time to evaluate the libido test in corral. The libido test at field during daytime was not effective probably because of the sexual behavior of some bulls at night.

Descrição

Palavras-chave

comportamento sexual, libido, teste da libido, zebuínos, libido, libido test, sexual behavior, zebu

Como citar

Revista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 36, n. 1, p. 32-42, 2007.

Coleções