Erodibilidade em sulcos e tensão cisalhante crítica de latossolos com diferentes teores de óxidos de ferro

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-07-11

Orientador

Martins Filho, Marcílio Vieira

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Ciência do Solo) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Em modelos de predição da erosão, caso do Water Erosion Prediction Project – WEPP, há a necessidade da determinação de propriedades do solo relativas à sua resistência à erosão. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi determinar a erodibilidade em sulcos (Kr) e a tensão cisalhante crítica (tc) em Latossolos com diferentes teores de óxidos de ferro na região nordeste do Estado de São Paulo. A erosão em sulcos foi avaliada com chuva simulada de intensidade média de 65 mm h-1 aplicada por 65 minutos, além de fluxos adicionais de água (11, 39 e 64 L min-1), em seis sulcos pré-formados, em cada Latossolo, com 9,0 m de comprimento, 0,10 m de profundidade e 0,25 m de largura em cada solo. Os valores Kr para os Latossolos foram de 0,0094 s m-1 a 0,0035 s m-1. Os Latossolos mais cauliníticos apresentaram os maiores valores de Kr. Já os valores de tc foram de 2,915 N m-2 a 2,514 N m-2. A razão Ct/(Ct+Gb) explicou 90% das variações na erodibilidade em sulcos e 94% das observadas para a tensão cisalhante crítica nos quatro Latossolos.

Resumo (inglês)

In erosion prediction models, in the case of the Water Erosion Prediction Project (WEPP), it is necessary to determine the soil properties related to its erosion resistance. Thus, the objective of this work was to determine the RILL erodibility (Kr) and critical shear stress (tc) in Oxisols with different levels of iron oxides in the northeastern region of the State of São Paulo. Furrow erosion was evaluated with simulated rain of 65 mm h-1 mean intensity applied for 65 minutes, as well as additional water flows (11, 39 and 64 L min-1) in six preformed grooves in each Latosol, 9.0 m in length, 0.10 m in depth and 0.25 m in width in each soil. The Kr values for the Oxisols were 0.0094 s m-1 to 0.0035 s m-1. The most kaolinitic Oxisols presented the highest values of Kr. The values of tc were 2.915 N m-2 to 2.514 N m-2. The Ct/(Ct + Gb) ratio explained 90% of the variations in erodibility in grooves and 94% of those observed for critical shear stress in the four Oxisols.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados