Cimentos endodônticos - selamento marginal apical imediato e após armazenamento de seis meses

Nenhuma Miniatura disponível

Data

1998-10-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho avaliou o selamento marginal apical de canais radiculares obturados com os cimentos endodônticos Sealapex, Apexit, Sealer 26 e Ketac Endo. Utilizaram-se 136 raízes, cujos canais radiculares, após o preparo biomecânico, foram obturados pela técnica da condensação lateral ativa com os cimentos em estudo. Metade das amostras, imediatamente após as obturações, foram imersas na solução de azul de metileno a 2% e a outra metade após 6 meses de armazenamento em plasma sangüíneo humano. Observou-se que os cimentos Sealapex e Sealer 26 apresentaram infiltrações médias estatisticamente iguais entre si e menores que as observadas para os demais cimentos (p < 0,05). Amostras imersas no corante imediatamente após a obturação dos canais apresentaram infiltração média menor (0,829 mm) do que aquelas mantidas por 6 meses em plasma sangüíneo humano (1,275 mm). Estas diferenças foram estatisticamente significantes (p < 0,05).

Resumo (inglês)

The aim of this study was to verify the apical sealing of root canals obturated with Sealapex, Apexit, Sealer 26, and Ketac Endo cements. A hundred and thirty six dental roots were used for the experiment. After biomechanical preparation and lateral condensation filling, half of the roots were placed in human blood plasma storage medium for 6 months. The remaining samples were immediately placed in methylene blue, under a temporary vacuum, and after one week the amount of dye penetration measured. The stored samples were similarly treated after the 6-month storage period. Statistical analysis of the results revealed that the groups obturated with Sealapex and Sealer 26 showed the smallest amount of apical leakage (p < 0.05). There were significant differences in the amount of dye penetration after 6 months of storage (1.275 mm), when compared to the results found without storage (0.829 mm) (p < 0.05).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo. Universidade de São Paulo, v. 12, n. 4, p. 355-360, 1998.

Itens relacionados

Financiadores