Representações sociais sobre a escola pública paulista: do fórum A escola dos nossos sonhos ao pesadelo do Plano estadual de educação

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-08-21

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho teve como objetivo geral confrontar visões de mundo sobre a educação pública paulista, discutir a concepção de escola expressa pela comunidade escolar, pelo governo e pela sociedade paulista (representada pelo Fórum Estadual de Defesa da Escola Pública/SP). Como objetivo específico pretendeu-se levantar e analisar essas representações sociais e verificar se elas manifestam vinculação com a ética capitalista em sua fase neoliberalista ou se apresentam elementos de uma escola transformadora, destinada às classes menos favorecidas. Como recurso teórico-metodológico optou-se pela teoria da Representação Social, de Serge Moscovici, em específico, explorou-se a sua vinculação com o conceito de ideologia, pois comungamos da idéia de que uma representação social carrega em si esse conceito, pois são fenômenos psicossociológicos que envolvem leitura da realidade, contribuem para a produção de visões de mundo a serviço de valores, desejos, necessidades e interesses do grupo que a partilham. Como método de coleta de dados optou-se pela análise documental de quarenta e sete relatórios sobre o Fórum “A escola dos Nossos Sonhos”, produzidos pelas escolas vinculadas à Diretoria Regional de Ensino de Marília, do relatório produzido pelos participantes desse evento, em sua fase regional e das versões do Plano Estadual de Educação (PEE), do governo e da sociedade paulista. Os resultados demonstraram que a visão de formação almejada para os jovens paulistas, o tipo de democracia assumida, o sentido dado a palavra qualidade, a visão sobre a docência tanto do governo quanto da sociedade paulista são diametralmente opostas. O governo paulista propõe um projeto de formação de indivíduos adaptados ao Neoliberalismo: consumidores de educação, competitivos, formatados em habilidades e competências, deixando...
In this paper, the major objective consists of confronting two points of view about the Paulista public education, as well as the discussion on the education concept defended by the following institutions: the school community, the government and the Paulista society (represented by the Fórum Estadual de Defesa da Escola Pública/SP). Our specific goal is to list and analyze those social representations and check if they declare bounds with the capitalist ethics on its neoliberal stage or whether they present elements of a challenging school, made for lower classes. Our theoretical-methodological resource was the usage of Serge Moscovici´s Social Representation Theories; more specifically, we investigated its connection with the concept of ideology because we believe that a social representation takes it innerly, whereas they are psycho-sociological phenomena which involve a comprehension of reality; their contribution goes since the production of points of view up to the creation of principles, willingness, needs and interests of those who participate in such representations. Our data collection methodology was chosen according to the documental analysis of fortyseven reports referred to Forum “The school of our dreams”, made by the schools annexed to Diretoria Regional de Ensino de Marília, the examination of a report produced by the participants in the regional stage of that event and the study of versions attributed to the Statal Education Plan (Plano Nacional de Educação – PEE), approved by the government and the Paulista society. The results showed that the concepts of an educational formation aimed by the Paulista students, the kind of democracy postulated, the meaning given to the word “quality” and the opinion over the teachers, according to the government and the Paulista society, are diametrically opposite... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Escolas públicas - São Paulo (Estado), Educação pública, Education

Como citar

DANTAS, Gisele Kemp Galdino. Representações sociais sobre a escola pública paulista: do fórum A escola dos nossos sonhos ao pesadelo do Plano estadual de educação. 2008. 144 f. +. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2008.