Modelagem de Tumores de Pele no MCNP para Análise de Perfil de Distribuição de Dose em Profundidade

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2011

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Introdução: O câncer de pele é o de maior incidência entre todos os tipos de câncer. O desenvolvimento de rotinas computacionais com dados sobre feixes de radiação de uso terapêutico tem colaborado para procedimentos de dosimetria numérica, que são baseadas em técnicas de Monte Carlo para calcular a dose absorvida e outras grandezas de interesse. Objetivos: Analisar a distribuição da porcentagem de dose em tumores de pele. Métodos: Utilizou-se o MCNP-4C na caracterização e validação computacional das fontes de elétrons e na simulação de dois casos clínicos, ambos com tamanho de campo 10 cm X 10 cm e DFS 100 cm. No primeiro caso, a lesão de pele possuía 6cm X 6cm X 0,75cm, sendo 0,75cm acima da superfície da pele, coincidindo com a profundidade de dose máxima do feixe de elétrons de 4MeV, utilizado no tratamento. No segundo caso, a lesão de pele possuía 9cm X 6cm X 2,1cm e a energia de tratamento foi 9MeV. Resultados: Enquanto a região do tumor recebeu aproximadamente 87% da dose, a primeira camada da pele recebeu 100%, neste caso recomenda-se usar um bólus para dar dose máxima no tumor. O R85 está localizado a 3,6mm de profundidade. No segundo caso clínico o tumor recebe aproximadamente 99% e o R85 está aproximadamente a 7,2mm da superfície da pele. Conclusão: Os resultados reafirmam o uso do MCNP-4C e mostraram que, em ambos os casos, 85% da dose estão dentro de 1 cm de profundidade, corroborando a prescrição médica.

Descrição

Palavras-chave

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Cancerologia, v. 57, n. 1, p. 99-99, 2011.

Itens relacionados

Financiadores