Prevalência de dislipidemia em adultos de meia-idade com polimorfismo do gene NOS3 e baixa aptidão cardiorrespiratória

Resumo

OBJETIVO: Analisar a influência da associação dos polimorfismos do gene da sintase do óxido nítrico endotelial (NOS3) para as posições -786T>C, Glu298Asp e íntron 4b/a e a aptidão cardiorrespiratória sobre as concentrações de nitrito/nitrato, pressão arterial, perfil lipídico e prevalência de doenças cardiometabólicas em adultos. SUJEITOS E MÉTODOS: Noventa e duas pessoas foram divididas de acordo com o genótipo: não polimórficas (NP) e polimórficas (P). Posteriormente, foram subdivididas pela aptidão cardiorrespiratória associada ao genótipo: alta (ANP e AP) ou baixa (BNP e BP). RESULTADOS: Os indivíduos que apresentavam polimorfismo para as posições Glu298Asp+Íntron 4b/a e Glu298Asp+-786T>C e baixa aptidão cardiorrespiratória apresentaram maiores valores de colesterol total e maior prevalência de dislipidemia. CONCLUSÃO: Nossos dados demonstram que os polimorfismos do gene da NOS3 para essas duas associações influenciam os níveis de colesterol plasmático, e essa associação foi mais claramente observada quando os indivíduos apresentavam menor nível de aptidão cardiorrespiratória.
OBJECTIVE: To evaluate the influence of the interaction between endothelial nitric oxide synthase gene (NOS3) polymorphisms at positions -786T>C, Glu298Asp and intron 4b/a, and cardiorespiratory fitness on plasma nitrite/nitrate levels, blood pressure, lipid profile, and prevalence of cardiometabolic disorders. SUBJECTS and METHODS: Ninety-two volunteers were genotyped for NOS3 polymorphisms at positions (-786T>C and Glu298Asp) and (intron 4b/a) and divided according to the genotype: non-polymorphic (NP) and polymorphic (P). After that, they were subdivided according to the cardiorespiratory fitness associated with genotype: high (HNP and HP) and low (LNP and LP). RESULTS: The subjects with polymorphism for the interactions at positions Glu298Asp + intron 4b/a, and Glu298Asp+-786T>C showed the highest values in total cholesterol, as well as dyslipidemia. CONCLUSION: Our findings show that NOS3 gene polymorphisms at positions -786T>C, Glu298Asp, and intron 4b/a exert negative effects on the lipid profile compared with those who do not carry polymorphisms.

Descrição

Palavras-chave

Polimorfismos, aptidão cardiorrespiratória, dislipidemia, adultos, Polymorphism, cardiorespiratory fitness, dyslipidemia, adults

Como citar

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 57, n. 1, p. 33-43, 2013.