Virulence Factors IN Fungi of Systemic Mycoses

Nenhuma Miniatura disponível

Data

1998-05-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Instituto de Medicina Tropical

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Fatores de virulência em fungos de micoses sistêmicaFungos patogênicos causadores de micoses sistêmicas possuem vários fatores que permitem seu crescimento nas condições adversas oferecidas pelo hospedeiro, propiciando o estabelecimento da relação parasitária e contribuindo no processo de doença. Esses fatores são conhecidos como fatores de virulência auxiliando no desenvolvimento da infecção e interferindo com a patogênese das micoses. O presente trabalho avalia os fatores de virulência em fungos patogênicos como Blastomyces dermatitidis, Coccidioides immitis, Cryptococcus neoformans, Histoplasma capsulatum e Paracoccidioides brasiliensis, em relação à termotolerância, dimorfismo, componentes da parede celular ou cápsula, bem como a produção de enzimas. Os fatores de virulência auxiliam na aderência, colonização, disseminação e habilidade do fungo para resistir a ambientes hostis e escapar dos mecanismos da resposta imune do hospedeiro.Tanto os fatores de virulência apresentados por diferentes fungos, como os mecanismos de defesa oferecidos pelo hospedeiro requerem ação e interação de processos complexos, cujo conhecimento permitirá a melhor compreensão da patogenia das micoses sistêmicas.

Resumo (inglês)

Pathogenic fungi that cause systemic mycoses retain several factors which allow their growth in adverse conditions provided by the host, leading to the establishment of the parasitic relationship and contributing to disease development. These factors are known as virulence factors which favor the infection process and the pathogenesis of the mycoses. The present study evaluates the virulence factors of pathogenic fungi such as Blastomyces dermatitidis, Coccidioides immitis, Cryptococcus neoformans, Histoplasma capsulatum and Paracoccidioides brasiliensis in terms of thermotolerance, dimorphism, capsule or cell wall components as well as enzyme production. Virulence factors favor fungal adhesion, colonization, dissemination and the ability to survive in hostile environments and elude the immune response mechanisms of the host. Both the virulence factors presented by different fungi and the defense mechanisms provided by the host require action and interaction of complex processes whose knowledge allows a better understanding of the pathogenesis of systemic mycoses.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical, v. 40, n. 3, p. 125-136, 1998.

Itens relacionados

Financiadores