Coeficientes de digestibilidade aparente de farinhas de insetos para acará-bandeira (pterophyllum scalare)

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2023-05-19

Orientador

Fernandes, João Batista Kochenborger

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Zootecnia - FCAV

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (português)

As farinhas de insetos vêm sendo tema de estudos nos últimos anos e com isso foi descoberto seu potencial na alimentação animal. O objetivo deste estudo é apresentar os coeficientes de digestibilidade da proteína, matéria seca e energia das farinhas de mosca soldado-negro (Hermetia illucens), grilo (Gryllus spp.), ninfa de grilo e tenébrio (Tenebrio molitor) para o acará-bandeira (pterophyllum scalare). Foram utilizados 225 adultos de acará-bandeira, com peso de 30g ± 2,32, foram alojados em 15 tanques de fibra circulares. com densidade de 15 peixes por unidade experimental em triplicata. A digestibilidade foi estimada pelo método indireto, utilizando óxido de cromo como indicador inerte. Para a coleta das fezes foi utilizado o sistema de Guelph modificado. Entre as farinhas testadas, a que apresentou coeficiente de digestibilidade superior para a matéria seca, proteína e energia foi a farinha de mosca soldado-negro (MS 77,17%, P 90,24% e E 82,34%) e a que apresentou coeficiente de digestibilidade inferior foi a farinha de tenébrio (MS 67,42%, P 87,49% e E 77,09%). As farinhas de grilo e ninfa apresentaram valores semelhantes para matéria seca e energia. Com os coeficientes de digestibilidade obtidos, as farinhas de insetos demonstraram ser alternativas viáveis para alimentação desta espécie.

Resumo (inglês)

Insect meal has been the subject of studies in recent years and its potential in animal feed has been discovered. The objective of this study was to present the digestibility coefficients of protein, dry matter and energy of meal of black soldier fly (Hermetia illucens), cricket (Gryllus spp.), cricket nymph and tenetrio (Tenebrio molitor) for the pterophyllum scalare (Pterophyllum scalare). A total of 225 adults of pterophyllum scalare, weighing 30g ± 2.32, were housed in 15 circular fiber tanks at a density of 15 fish per experimental unit in triplicate. Digestibility was estimated by the indirect method, using chromium oxide as an inert indicator. For the collection of feces the modified Guelph system was used. Among the tested flours, the one that presented superior digestibility coefficient for dry matter, protein and energy was the black soldier fly meal (DM 77.17%, P 90.24% and E 82.34%) and the one that presented inferior digestibility coefficient was the tenetrio meal (DM 67.42%, P 87.49% and E 77.09%). Cricket and nymph meals showed similar values for dry matter and energy. With the digestibility coefficients obtained, insect meal proved to be viable alternatives for feeding this species.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados