Crescimento radicular de espécies utilizadas como cobertura decorrente da compactação do solo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Ciência do Solo

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This experiment was carried out in pots containing a Dark Red Latosol (Acrortox, loamy sand), to evaluate the effect of sub-soil compaction on root growth of six cover crop species (black oats, pigeonpea, pearl millet, black mucuna, sorghum and blue lupin). The treatments consisted of three sub-soil compaction rates at a 15 cm depth, where bulk densities of 1,12, 1,36 and 1,60 Mg m-3 were established. Cover crop species were grown for a period of 37 to 39 days after emergence, when they were harvested. Root dry matter weight, length and diameter and shoot dry matter were evaluated. Sub-soil compaction up to 1.6 Mg m-3 (1,22 MPa) at a 15 cm depth, in this sandy soil, is not critical for the cover crop species root growth. Considering its shoot and root growth, pearl millet showed to be the best species to be used as cover crop.

Resumo (português)

O experimento foi realizado em vasos com terra proveniente de um Latossolo Vermelho-Escuro textura franco-arenosa, com o objetivo de avaliar o efeito da compactação subsuperficial do solo no crescimento radicular de seis espécies utilizadas para cobertura em sistemas de semeadura direta (aveia preta, guandu, milheto, mucuna preta, sorgo granífero e tremoço azul). Os tratamentos foram constituídos por três densidades do solo: 1,12, 1,36 e 1,60 Mg m-3, aplicadas a 15 cm de profundidade. As espécies foram cultivadas durante 37 a 39 dias, quando então foram colhidas, avaliando-se a produção de matéria seca, comprimento e diâmetro das raízes em cada camada do vaso, bem como a matéria seca da parte aérea das plantas. Os estados de compactação impostos em subsuperfície não impediram o crescimento de raízes de aveia preta, guandu, milheto, mucuna preta, sorgo e tremoço azul, indicando que, em solo arenoso, a densidade crítica para essas espécies é superior a 1,6 Mg m-3 (correspondente à resistência à penetração de 1,22 MPa). O milheto apresentou-se como a espécie mais indicada para cobertura, por suas características de produção de matéria seca e crescimento radicular.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Ciência do Solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 25, n. 2, p. 253-260, 2001.

Itens relacionados