Efeito de bactérias endofíticas do cafeeiro no controle da ferrugem

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-04-15

Orientador

Bettiol, Wagner

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Experimentos sob condições controladas e testes de campo com bactérias endofíticas isoladas de folhas e caules de Coffea arabica e Coffea robusta, provenientes das cidades de Pedreira-SP, Mococa-SP e Pindorama-SP, foram realizadas com o objetivo de avaliar a inibição da germinação de urediniosporos de Hemileia vastatrix, raça II e o controle do desenvolvimento da ferrugem alaranjada do cafeeiro, em testes em discos de folhas, folhas destacadas e em plantas da cv. Mundo Novo, pela aplicação de suspensões de bectérias endofíticas 72 e 24 horas antes e após à inoculação de H. vastatrix e concomitantemente à inoculação com o patógeno. Isolados de bactérias endofíticas testados demonstraram eficácia na inibiação da germinação de urediniosporos e/ou no desenvolvimento da ferrugem, com valores acima de 50%, embora os resultados obtidos nos testes de germinação de urediniosporos tenham sido inferiores ao tratamento com o propiconazole. Nos testes em discos de folhas, folhas destacadas e em plantas de cafeeiro, os isolados endofíticos T G4-Ia, T F2-IIc, T F7-Ib e T F9-Ia, demonstraram melhor controle da ferrugem do cafeeiro. Os isolados endofíticos T G4-Ia e T F9-Ia foram identificados como Bacillus lentimorbus e Bacillus cereus, respectivamente. Os resultados indicam a ocorrência de isolados endofíticos eficientes em controlar a ferrugem alaranjada do cafeeiro. Alguns isolados de bactérias edonfíticas podem aumentar a severidade da doença.

Resumo (inglês)

Experiments under controlled conditions and field tests with endophytic bacteria from leaves and stem of Coffea arabica and Coffea robusta plants from Pedreira-SP, Mococa-SP and Pindorama-SP, were carried out with th objective to evaluate the inhibition of germination of urediniospores of Hemileia vastatrix, race II and control the development of coffea leaf rust cv. Mundo Novo leaf disk, datached-leaf and coffee plants, by dripping of bacterial suspensions 72 e 24 hours prior and after the H. Vastatrix and also concomitant the aplication of the pathogen. Endophytes tested demonstrated inhibition efficacy of urediniospores germination and/or the development of leaf rust over 50%, althought the results obtained in urediniospores germination was below of propiconazole treatment. In leaf dsk and datached-leaf inoculations, the endophytes strains T G4-Ia, T F2-IIc, T F7-Ib and T F9-Ia demonstrated better control of coffee leaf rust disease. The endophytic strains T G4-Ia and T F9-Ia was identified as Bacillus lentimorbus and Bacillus cereus. The results the ocorrence of efficiente endophytes controlling the coffee leaf rust. Some endophytes can partially improve severity of coffee leaf rust.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SHIOMI, Humberto Franco. Efeito de bactérias endofíticas do cafeeiro no controle da ferrugem. 2004. iv, 58 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2004.

Itens relacionados