O emprego da literatura na educação infantil: a investigação e intervenção com professores de pré-escola

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associacao Brasileira de Psicopedagogia

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

INTRODUCTION: The children's schools are expanded spaces of education and care for infants. The educator's role as mediator in learning is crucial to child development, and the use of children's books can act as an important methodological and pedagogical resource in this process. METHODS: This paper describes a psychoeducational intervention performed with the educators of a public pre-school with the following objectives: (a) register the collection of children's books of the school, (b) investigate the acquisition and use of children's books by the teachers and (c) offer an intervention to teachers regarding the educational use of children's books. The participants were seven educators who worked with children from 2 to 6 years old. RESULTS: The results indicate that among the 315 books in the school, the majority was about animal stories (75 books), fantasy and mystery (38), fairy tales and fables (34), formal learning (33), learning rules (33) and about nature and environment (22). The educators reported that the choice of books was made mainly considering the age group to which the books were directed, and also from the themes found in texts and/ or illustrations. Although the teachers believe that the books can encourage reading among children, they don't describe their use in planned activities and they report lack of knowledge about their use. CONCLUSION: The proposed intervention to the teachers allowed them to rethink the use of books in pre-school, instructing them to the utilization of the books aiming to stimulate the imagination and creativity, improving the critical and reflexive capability of the children.

Resumo (português)

INTRODUÇÃO: As escolas infantis são espaços ampliados de educação e atenção à primeira infância. O papel do educador como mediador na aprendizagem é fundamental para o desenvolvimento infantil, sendo que o uso de livros infantis pode atuar como importante recurso didático-metodológico nesse processo. MÉTODO: Este artigo relata uma intervenção psicoeducacional realizada junto aos educadores de uma pré-es cola pública com os objetivos de: (a) registrar o acervo de livros infantis da escola, (b) investigar sobre a aquisição e o uso de livros infantis pelas professoras e (c) oferecer uma intervenção às professoras em relação ao uso pedagógico dos livros infantis. Participaram sete educadoras que atuavam com crianças de 2 a 6 anos. RESULTADOS: Os resultados indicam que entre os 315 livros na escola, a maioria versava sobre histórias de animais (75 livros), fantasias e mistérios (38), contos de fada e fábulas (34), aprendizagem formal (33), aprendizagem de regras (33) e natureza e meio ambiente (22). As educadoras relataram que a escolha dos livros era feita principalmente pela faixa etária à qual os livros eram destinados, como também a partir dos temas presentes nos textos e/ou ilustrações. Apesar das educadoras acreditarem que os livros podem estimular a leitura das crianças, elas não descrevem seu uso em atividades direcionadas e relatam falta de conhecimentos sobre a utilização deles. CONCLUSÃO: A proposta de intervenção ofertada às professoras possibilitou a elas o repensar do uso dos livros na pré-escola, instruindo-as para a utilização dos livros visando estimular a fantasia, a criatividade e a capacidade crítica e reflexiva das crianças.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Psicopedagogia. Associacao Brasileira de Psicopedagogia, v. 28, n. 86, p. 144-155, 2011.

Itens relacionados

Financiadores