Avaliação das tecnologias de baixo custo para tratamento de esgostos em zona rural

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-11-08

Orientador

Franceschini, Guilherme

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Engenharia Ambiental - IGCE

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

In view of the current Brazilian reality in relation to basic sanitation and specifically to the treatment of sewage in rural areas, where 61.27% of the households do not have a correct sewage disposal, the main objective of this work is to systematize the knowledge regarding different low cost for the treatment of sewage in rural areas, such as Biodigestore Septic Tank, Economic Septic Tank, Wetlands, Evapotranspiration Tank, Vermifiltro (Vermicomposting) and Dry Bathroom, with the intention of disseminating these forms of treatment and evaluating the viability of each as to its efficiency and cost. It was also sought to elucidate some of the social and environmental impacts that are a reflection of the lack of basic sanitation. In order to achieve the proposed objective, a literature review was carried out regarding the technologies mentioned above and their respective implementation costs, in this way it was possible to systematize the most relevant advantages and disadvantages found in the literature consulted in relation to each technology and to compare the efficiencies found. At the end of the review, it was possible to realize that in relation to efficiency, cost, ease of implementation, space and management, Vermifiltro is the most viable technology to be applied in regions that do not have access to the sewage service, the contamination of soil, water and the risk of disease infection, thus generating social and environmental impacts. Some of the solutions analyzed were applied in a large scale in other countries and regions proving the viability of their deployments

Resumo (português)

Diante da atual realidade brasileira em relação ao saneamento básico e especificamente ao tratamento dos esgotos nas áreas rurais, onde61,27% dos domicílios não possuem destinação correta de esgoto, o presente trabalho tem como objetivo principal sistematizar o conhecimento referente a diferentes tecnologias de baixo custo para o tratamento do esgoto nas zonas rurais, como Fossa Séptica Biodigestora, Fossa Séptica Econômica, Alagados Construídos (Wetlands), Tanque de Evapotranspiração, Vermifiltro (Vermicompostagem) e Banheiro Seco, com a intenção de disseminar estas formas de tratamento e avaliar a viabilidade de cada uma quanto sua eficiência e custo. Buscou-se também elucidar alguns dos impactos sociais e ambientais que são reflexo da falta de saneamento básico. Para atingir o objetivo proposto foi realizado um levantamento bibliográfico referente as tecnologias citadas acima e seus respectivos custos de implementação, desta forma foi possível sistematizar as vantagens e desvantagens mais relevantes encontradas na literatura consultada em relação a cada tecnologia e comparar as eficiências encontradas. Ao final da revisão, foi possível perceber que em relação à eficiência, o custo, a facilidade para implementação, espaço e manejo, o Vermifiltro é a tecnologia mais viável para ser aplicada em regiões que não tem acesso ao serviço de coleta de esgoto, impedindo a contaminação do solo, das águas e o risco por infecção de doenças, gerando assim impactos sociais e ambientais. Algumas das soluções analisadas foram aplicadas em grande escala em outros países e regiões comprovando a viabilidade de suas implantações

Descrição

Idioma

Português

Como citar

MANZARO, Vitória Preto. Avaliação das tecnologias de baixo custo para tratamento de esgostos em zona rural. 2018. 79 f. Trabalho de conclusão de curso (Engenharia Ambiental) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2018.

Itens relacionados

Financiadores