Caracteres fisiológicos, bioquímicos e produtivos da soja sob aplicação de biofertilizantes em diferentes estádios de desenvolvimento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-07-03

Orientador

Silva, Marcelo de Almeida

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Agricultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A cultura da soja está direta e indiretamente ligada a alimentação humana e geração de energia renovável, tonando importante adoção de práticas agrícolas para maximizar a produção das plantas. Dentre essas práticas, o emprego de biofertilizantes a base de algas marinhas, aminoácidos, substâncias húmicas e nutrientes tem se tornado cada vez mais comum. Objetivou-se com esse trabalho estudar caracteres fisiológicos, bioquímicos e produtivos de plantas de soja submetidas ao tratamento de sementes e aplicações foliares com associações de diferentes biofertilizantes em diferentes estádios de desenvolvimento da cultura. O ensaio foi conduzido na Fazenda Experimental Lageado, pertencente à FCA - UNESP, em Botucatu – SP. O delineamento experimental foi DBC com 4 repetições e 6 tratamentos: T1 (inoculante Bradyrhizobium em TS + Co, Mo e Mn em V3 + Ca e B em R1); T2 (inoculante Bradyrhizobium e Nitrostarter® em TS + Aton Mo® e Pumma® em V3 + Phylgreen electra® e Pumma® em R1 e R3); T3 (Nitrostarter® e Phylgreen gemma® em TS + Aton Mo® e Mn em V4); T4 (T3 + Trafos Green Plus® e Delfan Plus® em R1); T5 (T4 + Phylgreen electra® e Pumma® em R2) e T6 (T5 + Pumma® e Pumma kalidad® em R5). As avaliações ocorreram anteriormente às aplicações foliares nos estádios V3, V4, R1, R2, R3 e R5. Foram avaliados parâmetros de trocas gasosas e fluorescência, pigmentos cloroplastídicos, enzimas antioxidantes, peroxidação lipídica (MDA), aminoácidos totais, componentes produtivos e porcentagem de proteína e óleo nos grãos. Nos estádios V3 e V4, as plantas sob T2, T3, T4, T5 e T6 foram superiores em taxa fotossintética e eficiência do PSII. Em R1, plantas sob T1 foram inferiores aos demais tratamentos em todas as variáveis, exceto E. No estádio R2 as plantas sob T1, T4, T5 e T6 superaram as demais em eficiência fotossintética, atividade de enzimas antioxidantes e aminoácidos totais. Em R3 as maiores médias foram observadas em plantas sob T3, T4, T5 e T6 e em R5 nas plantas sob T4. Os valores de MDA foram superiores nas plantas sob T1 em todas as avaliações. Em relação aos componentes produtivos e % de óleo e proteína, as plantas sob T4 apresentaram maiores valores. A combinação dos produtos Nitrostarter® e Phylgreen Gemma® em TS e aplicações foliares de Aton Mo® e Mn em V4, além de Trafos Green Plus® e Delfan Plus® em R1 foi a mais eficiente em incrementos na taxa fotossintética e no metabolismo antioxidante das plantas, garantindo maior produtividade e qualidade dos grãos.

Resumo (inglês)

The soybean is directly and indirectly linked to human food and the generation of renewable energy, making it important to adopt agricultural practices to maximize plant production. Among these practices, the use of biofertilizers based on seaweed extract, amino acids, humic substances and nutrients has become increasingly common. The trial aimed to study physiological, biochemical and yield characteristics of soybean plants submitted to seed treatment (ST) and to the management of different biofertilizers with foliar applications in different phenological phases of the crop. The trial was conducted at the FCA, UNESP, in Botucatu, SP. The experimental design was RCB with four replications and 6 treatments: : T1 (inoculant Bradyrhizobium in ST + Co, Mo and Mn in V3 + Ca and B in R1); T2 (inoculant Bradyrhizobium + biofertilizer 1 in ST + biofertilizer 2 and biofertilizer 3 in V3 + biofertilizer 4 and biofertilizer 3 in R1 and R3); T3 (biofertilizer 1 + biofertilizer 5 in ST + biofertilizer 2 and Mn in V4); T4 (T3 + biofertilizer 6 and biofertilizer 7 in R1); T5 (T4 + biofertilizer 4 and biofertilizer 3 in R2) and T6 (T5 + biofertilizer 3 and biofertilizer 8 in R5). The evaluations occurred before the foliar applications in the stages V3, V4, R1, R2, R3 and R5. Gas exchange and fluorescence parameters, chloroplast pigments, antioxidant enzymes, lipid peroxidation (MDA), total amino acids, productive components and percentage of oil and protein in the grains. At the V3 and V4 stages, plants under T2, T3, T4, T5 and T6 were superior in photosynthetic rate and efficiency of PSII. In R1, plants under T1 were inferior to the other treatments in all variables, except E. At stage R2, plants under T1, T4, T5 and T6 overcame the others in photosynthetic efficiency, activity of antioxidant enzymes and total amino acids. In R3 the highest averages were observed in plants under T3, T4, T5 and T6 and in R5 in plants under T4. MDA values were higher in plants under T1 in all evaluations. Regarding the productive components and % of oil and protein, the plants under T4 showed higher values. The combination of Nitrostarter® and Phylgreen Gemma® in TS and foliar applications of Aton Mo® and Mn in V4, in addition to Green Plus® and Delfan Plus® in R1 was the most efficient in increasing the photosynthetic rate and antioxidant metabolism of plants, ensuring greater yield and quality of grains.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados