Impacto da prenhez e da prática de exercício em ambiente aquático na morfologia da artéria ilíaca de ratas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-03-23

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The aim of this study was to find out the impact of pregnancy and aquatic exercise in the morphological characteristics of the iliac artery of rats. This experiment used wistar rats that were mated at 90 days old. At the 0 day of pregnancy, the females were randomly divided into Exercised and Pregnant (EP), and Sedentary and Pregnant (SP). Non-mated females were divided into: Exercised and Virgin (EV), and Sedentary and Virgin (SV). At this same day the aquatic exercise protocol began, progressing to 60 daily minutes of exercise in a 40cm deep water tank. At the 21st day of pregnancy the rats were euthanized in order to collect their left common iliac artery. The samples were analyzed through conventional photonic microscopy using the program CellSens Standard (Olympus Corporation®). We calculated the vassel’s total area, lumen area, tunics area, media tunic area and adventicia tunic area in μm2. Statical analysis (ANOVA) showed no significant difference regarding neither the total area of the iliac arteries or the area occupied by the lumen or the tunics between the groups. Detailed analysis of the media and adventitia tunics also did not show significant difference between the groups. Pregnancy, as well as aquatic exercise did not cause morphological changes in the iliac artery of both virgin and pregnant rats.
Este trabalho teve como objetivo investigar o impacto da prenhez e do exercício físico praticado em ambiente aquático nas características morfológicas da artéria ilíaca de ratas. Para isso, foram utilizados ratos wistar, que aos 90 dias de vida foram submetidos ao acasalamento. No dia 0 de prenhez, as fêmeas foram dividas aleatoriamente em: Prenhes Exercitadas (PE) e Prenhes Sedentárias (PS). As ratas que não foram submetidas ao acasalamento foram divididas em: Virgens Exercitadas (VE) e Virgens Sedentárias (VS). Neste dia também foi iniciado o protocolo de exercício aquático, evoluindo até atingir 60 minutos diários de atividade física, 6 vezes por semana, em um tanque com 40 cm de profundidade de água. No 21º dia de prenhez os animais foram eutanasiados para a coleta da artéria ilíaca comum esquerda. As amostras foram analisadas por meio de microscopia fotônica convencional utilizando o programa CellSens Standard (Olympus Corporation®). Foram calculadas a área total do vaso, área de lúmen, área de túnicas, área de túnica média e área de túnica adventícia em μm2. Análises estatísticas (ANOVA) mostraram que não houve diferença significativa na área total da artéria ilíaca entre os grupos, nem sobre a área ocupada pelo lúmen ou pelas túnicas. Análises detalhadas das túnicas médias e adventícias também não apresentaram diferenças significativas entre os grupos. A prenhez, assim como a prática de exercício em ambiente aquático tanto para ratas virgens quanto para ratas prenhes, não foram capazes de promover alterações morfológicas em artéria ilíaca de ratas.

Descrição

Palavras-chave

Pregnancy, Iliac artery, Aquatic exercise, Prenhez, Artéria ilíaca, Exercício físico aquático

Como citar

PAES, Joyce Cordeiro. Impacto da prenhez e da prática de exercício em ambiente aquático na morfologia da artéria ilíaca de ratas. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2022.