Análise do fígado de peixes da espécie Prochilodus lineatus de ambientes alterados, quantificada pelo Image J

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Além de ser bom bioindicar a espécie Prochilodus lineatus (Characiformes, Prochilodontidae) também apresenta importância econômica, ecológica e ampla distribuição na região neotropical. A ecotoxicologia estuda a interação da química ambiental e a biota, sendo assim, este estudo teve como objetivo identificar alterações quantitativas de bile e glicogênio no fígado dos peixes, órgão responsável pelo processo de detoxificação, biotransformação e também pela reserva de nutrientes como o glicogênio e por secretar a bile. Os grupos foram separados em três tratamentos com o objetivo de comparar os danos causados aos peixes que vivem em áreas perturbadas, (como é o caso do Lago Azul – Rio Claro-SP), e os que vivem em águas com detergentes biodegradáveis diluídos, como na maioria dos nossos cursos d’água, comparados a um grupo controle (água clorada do poço artesiano da UNESP- Campus Rio Claro). Análises histológicas foram feitas com a utilização das técnicas de H-E e PAS, sendo o material coletado após sete e 20 dias de experimento, visando identificar os efeitos agudos de tais poluentes. A identificação de alterações na estrutura histológica foi realizada com o auxilio do programa ImageJ com o qual foi feita a quantificação da área ocupada pela bile e pelo glicogênio

Descrição

Palavras-chave

Peixe, Histologia, Figado, Morfologia, Biodegradação, Toxicologia ambiental, Azul, Lago (Rio Claro, SP)

Como citar

CAMPOS, Vanessa Ellen Wendt. Análise do fígado de peixes da espécie Prochilodus lineatus de ambientes alterados, quantificada pelo Image J. 2012. 37 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2012.