Fatores que afetam a oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em pimentão

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-04-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Entomológica do Brasil

Resumo

Para avaliar o comportamento de oviposição da mosca-branca, Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B, em relação à posição da folha na planta, à área do limbo foliar, à idade da planta e à densidade de adultos na cultura do pimentão, foram realizados três testes, utilizando-se a cultivar de pimentão Magali-R. Os testes foram realizados em casa-de-vegetação e no Laboratório de Entomologia da DEFERS/UNESP, Campus de Ilha Solteira-SP. Nos testes com chance de escolha, plantas com 25, 30, 35, 40 e 45 dias de idade foram utilizadas para avaliar os efeitos da idade sobre a oviposição da mosca-branca, enquanto que em plantas com 35 dias estudou-se a distribuição de ovos da mosca-branca na planta e no limbo foliar. em plantas de 35 dias de idade, avaliou-se o efeito de diferentes densidades populacionais do inseto (50, 100, 150, 200 e 250 adultos/ planta) sobre o número de ovos depositados. No teste sem chance de escolha, utilizaram-se plantas com 35 dias de idade para avaliar o efeito das densidades sobre a oviposição da mosca-branca. B. tabaci biótipo B preferiu ovipositar da terceira a sexta folha a partir do ápice da planta localizadas nos terços médio e superior de planta de pimentão e nas áreas do limbo foliar localizadas nos lóbulos direito e esquerdo, próximas à base da folha. Plantas com 40 e 45 dias, são preferidas para oviposição e, em densidades de 200 e 250 adultos por planta, as moscas-brancas depositam ovos em número suficiente para diferenciar genótipos de pimentão com diferentes graus resistência a esta praga.
Bemisia tabaci (Gen.) biotype B is considered a pest of economical importance for several vegetables. The oviposition behaviour of the whilefly was evaluated in sweet pepper plants. The trials were carried out under greenhouse condition and in the Laboratory of Entomology of DEFERS/UNESP, Campus of Ilha Solteira-SP, with the sweet pepper Magali-R genotype. The effect of plant age on the whitefly oviposition was evaluated in free-choice tests, in plants, 25, 30, 35, 40 and 45-day-old, as egg distribution in the plant and on the leaf blade was evaluated in 35-days-old plants. In a no-choice tests, 35-day-old plants were used to evaluate the effect of the densities of 50, 100, 150, 200 and 250 adults per plant on the number of eggs laid by insects. The silverleaf whitefly preferred to oviposit on the third to sixth leaflets, of the medium and superior part of plants of sweet pepper; the leaf blade areas, located in the lobes right and left close the base of the leaf were the preferential site for whitefly oviposition. Older plants, 40- and 45-day-old, were preferentially used for oviposition, and 200 and 250 adults per plant were both enough to lay a number of eggs that allowed to differentiate among sweet pepper genotypes with different whitefly resistance levels.

Descrição

Palavras-chave

Mosca-branca, limbo foliar, densidade de adultos, distribuição de ovos, idade da planta, Silverleaf whitefly, leaf blade, density of adults, egg distribution, plant age, oviposit

Como citar

Neotropical Entomology. Sociedade Entomológica do Brasil, v. 37, n. 2, p. 180-184, 2008.