Levantamento de diferentes técnicas de controle de cupins subterrâneos (Isoptera, Rhinotermitidae) em áreas urbanas e rurais

Imagem de Miniatura

Data

2013

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os cupins são conhecidos também como térmitas ou térmites, formam um grupo extenso e diverso e, atualmente, há mais de 2.800 espécies descritas que se distribuem em sete famílias. Pertencentes à ordem Isoptera, os térmitas são insetos eussociais que apresentam uma organização social altamente desenvolvida e vivem em ninhos denominados de cupinzeiros, geralmente, construídos no solo. Os cupinzeiros podem ser bem resistentes e estruturalmente complexos, e neles são encontrados indivíduos morfologicamente distintos adaptados a determinadas funções que constituem as diferentes castas (reprodutores, operários e soldados), além de indivíduos imaturos (“ninfas” e “larvas”) e ovos. A presença dos cupins nos ecossistemas é de extrema importância em diversos e diferentes processos. Em linhas gerais, os cupins são bastante importantes como decompositores de matéria orgânica fragmentando os detritos orgânicos, são mediadores da humificação, participam da ligação e formação de agregados e complexos minerais argilosos, e também atuam na fixação do nitrogênio, pois seus simbiontes têm a capacidade de fixar o gás nitrogênio da atmosfera, contribuindo, dessa forma, com a fertilidade do solo. Contudo, os cupins são bem conhecidos porque causam prejuízos enormes, ou seja, pelo potencial como pragas, danificando diversos tipos de materiais celulósicos e não celulósicos, além de edificações, monumentos, plantações, etc. Os cupins subterrâneos são os que causam maiores problemas, pois possuem grande capacidade de dispersão e são animais, que devido aos hábitos crípticos, têm o estudo e o controle dificultado. Além disso, estão entre os insetos mais abundantes, sendo a maioria pertencente à família Rhinotermitidae. O controle de cupins subterrâneos é um controle diferenciado, já que possuem o ninho sob o solo e com um grande número de indivíduos. A eliminação de uma parte da colônia muitas...

Descrição

Palavras-chave

Térmita, Inseto - Controle, Térmita - Controle, Pesquisa bibliografica, Inseto - Controle - Técnica

Como citar

CHAVES, Ricardo Cézar Siqueira. Levantamento de diferentes técnicas de controle de cupins subterrâneos (Isoptera, Rhinotermitidae) em áreas urbanas e rurais. 2013. 47 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado e licenciatura - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2013.