Estratégias de aprendizagem e Teletandem: o que os aprendizes de língua inglesa afirmam fazer para aprender neste contexto?

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-04-17

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O Teletandem, modalidade de aprendizagem de línguas mediada pelas tecnologias digitais da informação e da comunicação, em um contexto autônomo, recíproco e colaborativo, tem como um de seus objetivos o contato de universitários brasileiros com universitários estrangeiros, promovendo o intercâmbio de suas respectivas línguas e culturas (TELLES; VASSALLO, 2006). O objetivo geral desta pesquisa foi investigar quais as estratégias de aprendizagem utilizadas pelos participantes nas interações de Teletandem, que, a seu ver, contribuem para a sua aprendizagem em língua inglesa neste contexto. Para atingir tal objetivo, adotamos como aporte teórico trabalhos que versam sobre a aprendizagem de línguas em teletandem (TELLES; VASSALLO, 2006, TELLES, 2009, SALOMÃO; SILVA; DANIEL, 2009, SALOMÃO, 2011, 2012, GARCIA, 2015, EVANGELISTA; SALOMÃO, no prelo; SILVA, 2008) e sobre as estratégias de aprendizagem (OXFORD, 1990, WILLIAMS; BURDEN, 2002, O’MALLEY; CHAMOT, 1990; RUBIN, 2013; COHEN, 2012). Nossa metodologia de pesquisa assim como os instrumentos de coleta de dados, que consistem em questionário inicial, diários reflexivos e questionário final, são de natureza qualitativa (MOITA LOPES, 1996, MINAYO, 2004, BOGDAN; BILKEN, 1994). A análise dos dados revela que os participantes investigados afirmam utilizar principalmente as estratégias de aprendizagem dos tipos: metacognitivas, que se referem à habilidade do aprendiz gerenciar e regular de forma consciente o uso de estratégias adequadas para diferentes situações na aprendizagem; cognitivas, compreendidas como um processo mental diretamente relacionado ao processamento de informação de modo que se aprenda e, por fim, sociais e socioafetivas, as quais permitem ao aprendiz aprender a língua pela interação e colaboração com demais indivíduos. Estes tipos de estratégias de aprendizagem aparecem nas palavras dos participantes nos diferentes instrumentos de coleta de dados, que concernem aos períodos antes, durante e após as sessões de Teletandem. Acreditamos que por meio dos resultados deste estudo, é possível que estratégias de mediação sejam elaboradas a fim de fomentar a reflexão acerca das estratégias de aprendizagem por parte dos participantes de Teletandem, após cada sessão de interação.
Teletandem, a modality of language learning mediated by the digital technologies of information and communication, within an autonomous, reciprocal and collaborative context, has as one of its objectives the contact of Brazilian university students with foreign students, promoting the exchange of their respective languages and cultures (TELLES; VASSALLO, 2006). The main objective of this research was to investigate the learning strategies used by the participants in Teletandem interactions, which contribute to their learning in English in this context, according to the interactors. In order to reach this objective, we have adopted as a theoretical contribution academic works that are about learning of languages in teletandem (TELLES; VASSALLO, 2006, TELLES, 2009, SALOMÃO, SILVA, DANIEL, 2009, SALOMÃO, 2011, 2012, GARCIA, 2015, EVANGELISTA; SALOMÃO in the press; SILVA, 2008) and about learning strategies (OXFORD, 1990; WILLIAMS; BURDEN, 2002; O'MALLEY; CHAMOT, 1990; RUBIN, 2013; COHEN, 2012). Our research methodology, as well as the data collection instruments, which consist of an initial questionnaire, reflective diaries and a final questionnaire, have qualitative nature (MOITA LOPES, 1996, MINAYO, 2004, BOGDAN; BILKEN, 1994). Data analysis reveals that the investigated participants claim mainly use the learning strategies of the types: metacognitive, which refers to the ability of the learner to manage and consciously regulate the use of appropriate strategies for different situations in learning; cognitive, understood as a mental process directly related to the processing of information so that it is learned and, finally, social and socio-affective, which allow the learner to learn the language through interaction and collaboration with other individuals. These types of learning strategies appear in the words of the participants in the different instruments of data collection, which concern the periods before, during and after the Teletandem sessions. We believe that through the results of this study, the mediation strategies can be developed to promote a reflection on the learning strategy by Teletandem participants after the interaction sessions.

Descrição

Palavras-chave

Ensino/aprendizagem de línguas, Estratégias de aprendizagem, Interações, Língua inglesa, Teletandem, Languages teaching/learning, Learning strategies, Interactions, English language, Teletandem

Como citar