Agressividade Infantil no cotidiano escolar: recursos e estratégias para o professor da pré-escola

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-12-08

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente estudo preocupou-se em pesquisar a agressividade infantil dando continuidade ao estudo realizado durante a graduação, destacando a influência do meio e do desenvolvimento emocional nas atitudes das crianças. Buscou investigar e pontuar recursos e estratégias para lidar e ou evitar as manifestações agressivas das crianças de Educação Infantil, analisando as possíveis causas da agressividade infantil do ponto de vista da psicanálise de Winnicott. Para isso foi realizado um estudo de casos múltiplos, onde observou-se três escolas em contextos diferentes (uma pública central, uma pública de periferia e uma particular) e entrevistou-se cinco professoras dessas escolas afim de compreender o fenômeno em diferentes variáveis. Os dados obtidos indicaram que a redução dos momentos de brincadeira e o excesso de preocupação com conteúdos pedagógicos na pré-escola influencia consideravelmente no aumento de manifestações agressivas das crianças, assim como técnicas de relaxamento e a presença de uma outra pessoa auxiliando a professora podem contribuir na amenização dos atos agressivos. Como produto desse estudo foi elaborado um guia de orientações para professores com o objetivo de propiciar a reflexão diante de recursos e estratégias que podem ser empregados diante da agressividade infantil pensando no desenvolvimento das crianças.
The present study was concerned in the research of child aggressiveness continuing the study performed during the graduation, highlighting the influence of the environment and emotional development in the attitudes of children. Sought to investigate and rate resources and strategies to address and prevent aggressive manifestations of children from Early Childhood Education, analyzing the possible causes of childhood aggression from the Winnicott's psychoanalysis point of view. For this, a study of multiple cases was performed, where three schools in different contexts were observed (a public school in the suburbs, a public school in the periphery zone and a private school) and five teachers in these schools were interviewed in order to understand the phenomenon in different variables. The data indicated that the reduction of playful moments and excessive concern with educational content in preschool greatly influences the increase of aggressive manifestations in children, as well as relaxation techniques and the presence of another person assisting the teacher can contribute the amelioration of aggressive acts. As a product of this study, a guide was prepared with guidelines for teachers in order to promote reflection on resources and strategies that can be applied on child aggression while thinking about the development of children.

Descrição

Palavras-chave

Agressividade infantil, Pré-escola, Orientação para professores, Aggressiveness children, Pre-school

Como citar