Técnicas de cultivo, produção, qualidade de frutos e custo de produção para a amoreira-preta (Rubus spp.)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-11-28

Orientador

Leonel, Sarita

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Horticultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A expansão da cultura da amoreira-preta para zonas de clima subtropical depende do uso de técnicas especiais de cultivo e do uso de cultivares menos exigentes em frio. A amoreira-preta possui uma exigência em frio que varia de 100 a 1000 horas (horas < 7,2°C), dependendo do cultivar. Dentro deste contexto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar compostos para a quebra da dormência da amoreira-preta, escalonar a colheita através da realização de podas, caracterizar os frutos de amoreira-preta e avaliar o custo de produção e a rentabilidade da cultura na região de São Manuel – SP. Para tanto foram realizados 3 experimentos ao longo dos anos de 2011 a 2013. No primeiro ano, avaliou-se a influência de compostos na quebra da dormência, ciclo e produção da amoreira-preta, montou-se um experimento em esquema fatorial 4x5, constando de 4 tipos de compostos (Cianamida Hidrogenada, Fertilizante nitrogenado, Calda Sulfocálcica e Óleo Mineral), em 5 doses (0,0% 2,0%, 4,0%, 6,0% e 8,0%), com 4 repetições em blocos, sendo a parcela experimental composta por 6 plantas. No segundo ano, realizaram-se 2 experimentos, um em área experimental irrigada e outro em área experimental não irrigada. Nos 2 experimentos foram aplicados 5 tratamentos (épocas de poda: 21/05, 26/06, 24/07, 23/08 e 26/09), com 4 repetições em blocos casualizados, sendo a parcela experimental composta por 5 plantas. A partir de frutos colhidos no pico de colheita proprocionado por cada época de poda foram realizadas análises de qualidade dos frutos. Para verificar a viabilidade econômica da amoreira-preta foi realizado um estudo de custo de produção para a cultura na região de São Manuel-SP. Com base nos resultados obtidos, recomenda-se a dose de 4,2% de cianamida hidrogenada (Dormex®) ou 5,4% do fertilizante nitrogenado (Erger®) para realização da quebra da dormência da amoreira-preta. A poda realizada em...

Resumo (inglês)

The expansion of blackberry for subtropical climate zones depends on the use of special cultivation techniques and the use of less stringent cultivars in cold. The blackberry has a requirement for cold that ranges from 100 to 1000 hours (hours <7.2 ° C), depending on the cultivar. Within this context, the present work aimed to evaluate compounds for breaking dormancy of blackberry, stagger the harvest by performing pruning, characterize the fruits of blackberry and evaluate the cost of production of the crop in San Manuel-SP. Three experiments were conducted over the years 2011-2013, in the first year we evaluated the influence of compounds on breaking dormancy, cycle and production, was set up an experiment in 4x5 factorial scheme, consisting of four types of compounds (Hydrogen Cyanamide, Nitrogen Fertilizer, Lime Sulfur and Mineral Oil), 5 doses (0.0%, 2.0%, 4.0%, 6.0% and 8.0%), with 4 replicates in blocks, and the experimental unit consists of 6 plants. In the second year, there were two experiments, one in the experimental area irrigated and non-irrigated trial in another area. In two experiments there were 5 treatments (pruning dates: 21/05 , 26/06 , 24/07 , 23/08 and 26/09 ), with 4 replications in a randomized block , with the experimental unit consists of 5 plants. From fruits harvested at the peak of harvest season pruning were performed quality analyzes. To verify the economic viability of the blackberry, a study of cost of production for the crop in the San Manuel - SP was performed. Based on the results obtained, we recommend the dose of 4.2% hydrogen cyanamide (Dormex®) or 5.4% of nitrogen fertilizer (Erger®) for breaking dormancy of blackberry. Pruning held in July gave the highest yields, being more suitable for the crop, however pruning held in September resulted in the highest profitability index. The irrigation an average increase of 24.80 % or 640g per plant production...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SEGANTINI, Daniela Mota. Técnicas de cultivo, produção, qualidade de frutos e custo de produção para a amoreira-preta (Rubus spp.). 2013. xii, 119 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” , Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2013.

Itens relacionados

Financiadores