Uso de alendronato para indução de osteonecrose experimental: estudo em ratos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-04-02

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo deste projeto foi desenvolver, em ratos, modelos experimentais de osteonecrose induzida pelos bisfosfonatos por meio da combinação de uma série de fatores de risco para esta doença, como o uso prolongado de altas doses de alendronato por via parenteral, procedimentos cirúrgicos operatórios e o estresse crônico. Os parâmetros foram estabelecidos por meio de análise histológica descritiva e por escores, análise radiográfica de alvéolos dentais, estereometria de alvéolos dentais e implantes, torque de remoção dos implantes e avaliação de marcadores do metabolismo ósseo e do estresse. No primeiro e segundo estudos foram administradas altas doses diárias ou semanais de alendronato, respectivamente, associado a exodontias dos primeiros molares inferiores. No terceiro e quarto estudos foram administradas altas doses semanais de alendronato, associado à indução de estresse crônico e instalação de implantes osseointegráveis na maxila e/ou na metáfise tibial. De um modo geral, os resultados dos estudos demonstraram que a terapia com alendronato foi associada à supressão significativa do metabolismo ósseo. Nos estudos 1 e 2, após as extrações dentais, observou-se o desenvolvimento de áreas de exposição e necrose óssea, associadas à presença de infecção significativa, especialmente na região de septo inter-dental. No estudo 3 observou-se que a indução de estresse crônico apresentou efeitos negativos sobre o metabolismo e volume do tecido ósseo neoformado nas espiras dos implantes tibiais, os quais não foram observados nos animais tratados com alendronato. Ao contrário, nestes animais, observou-se uma melhora significativa nos parâmetros de osseointegração. Já o estudo 4 demonstrou que a administração de alendronato resultou no desenvolvimento expressivo de áreas...
This study aimed to develop, in rodents, experimental models of bisphosphonatesinduced osteonecrosis through the association of several risk factors to this disease, including the long-term therapy with high dosages of alendronate by parenteral route, surgical procedures and chronic stress. The parameters were established by descriptive and scored histological analysis, radiographic evaluation of alveolar sockets, stereometry of alveolar sockets and implants, torque removal of implants and biomarkers of bone metabolism and stress. In the first and second studies, it was administered daily or weekly high doses of alendronate, respectively, associated to the lower first molar extractions. In the third and fourth studies it was administered weekly high doses of alendronate plus chronic stress induction and osseointegrated implants in the maxillae and/or tibia. In general, the outcomes of this study demonstrated that alendronate therapy was associated to a markedly bone turnover suppression. In the first and second studies, after tooth extraction, it was observed the development of exposed and necrotic bone associated to a significant infectious process, especially at the inter-radicular area. In the study three the chronic stress was related to deleterious effects on the bone metabolism and volume among tibial implants threads, which weren’t presented in animals treated with alendronate. On the contrary, in these animals, it was observed a markedly increase in the osseointegration parameters. On the other hand, the fourth study showed that the alendronate treatment resulted in the substantial development of osteonecrosis regions associated to infection at lateral areas of maxillary bone implant cavity, even with absence of exposed bone areas. In this way, we conclude that the alendronate therapy suppress significantly the bone... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Alendronato, Stress (Fisiologia), Alendronate, Stress (Physiology)

Como citar

CONTE NETO, Nicolau. Uso de alendronato para indução de osteonecrose experimental: estudo em ratos. 2012. 270 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araraquara, 2012.